sexta-feira, agosto 12, 2011

NOITE DE LUAR


Luar, temática, paisagem  romântica do amor.
Em noite de luar rastro  de  saudade; 
Verso suave, calmaria, delírio em poesia.
Da janela, contemplo a magia da noite...
O lindo clarão  da lua é magia, inspira. 
A saudade grita, atormenta é  agonia.
Em cada estrela procuro por você.
Tento ouvir seus passos...
Chega o desespero.
Onde estará você?
Interrogações se amontoam 
E sem respostas a distância é minha única companheira.
Silêncio. 
Tormento de amor ao meu redor.
Em cada pensamento solto, às vezes, louco
Flutuo em   sua imagem que  feito miragem 
Se materializa diante os meus olhos
Preenchendo a saudade que assola meu peito.
Lua,  testemunha da ausência.
Apenas sinto o pulsar do coração 
Palpitando  solidão.



Noite de luar  magia e encanto dos enamorados...
Em cada instante o mistério se faz presente.
Lua linda,  rainha cintilante do anoitecer. 
Lua, lua,  parceira do  sofrer.
Acalento do pranto
Da noite que  vai passando...
A noite vai a madrugada vem.
Enquanto continuo sozinha ser ter você.
O sereno da noite 
Mistura-se com o pranto disfarçado
Que molha minha face.
Em meu corpo, na pele 
Está,  ainda,  a suavidade do seu toque.
O sabor do seu beijo, o aroma do seu cheiro.
As horas passam...
Permaneço perdida a divagar  na poética da existência...
Ao relento da sua presença.
Oh, noite  de luar que tanto  encanta a poesia dos poetas, 
Vem me salvar,  libertar...
Meu sonho transformar.
Lua dos poetas, vem inspirar o  poema do meu viver. 
Vem ser remédio para acalmar  essa solidão...
Ou  quem sabe me curar dessa  ilusão.




Socorro Carvalho


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...