DEPOIS DE TUDO

 

Mas tudo passou tão depressa
Não consigo dormir agora.
Nunca o silêncio gritou tanto
Nas ruas da minha memória.
Como agarrar líquido o tempo
Que pelos vãos dos dedos flui?
Meu coração é hoje um pássaro
Pousado na árvore que eu fui.
Cassiano Ricardo (1895-1974)


 Foto: Foi feita pelo professor Aderlan ( na comunidade de Enseada do Amorim - Tapajós)
O poema  faz parte da  quarta  feira  é dia de poesia  enviada pelo poeta Jason Carneiro

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Frases picantes que homens gostam de ouvir na hora do sexo

UMA CARTA PARA MEU FILHO AMADO..

ENFIM... MEUS 18 ANOS DE IDADE!!!