terça-feira, novembro 08, 2011

FALO..."FALO"


Falo de corpo e alma, falo pelos cotovelos.
Com os olhos, também falo.
Falo aos quatro ventos, falo com as mãos,
falo na dança do tempo,
no contratempo de falar.
Falo no hiato do pensamento,
falo no silêncio do ato falho.
Só me calo quando dá calo na língua ou
quando minha boca no seu falo está.

Lumar (02/11/11)


* Sem comentários, Lumar.rsrs


Um comentário:

  1. Anônimo4:26 PM

    Falo mesmo: Voce sempre postando minhas poesias.
    Obrigada!!!!!
    Muita magia e encantamento nessa lua cheia.
    Beijos,
    Lumar

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...