quinta-feira, janeiro 12, 2012

O TEMPO


As horas passam apressadas
De repente...
Nem me dei conta do tempo que perdi na ânsia de esperas e encontros.
Hoje...
Um tempo depois vejo o relicário da existência e percebo
Que apesar das minhas tentativas e procuras vãs
O tempo não espera para que eu as solidifique...
O tempo não espera até que sare minhas angustias e decepções...
Enquanto a vida segue cheia de evasões. 
Ah, maldita espera... desse tempo em vão. 


Socorro Carvalho



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

DANIELLE LIMA!! PARA VOCÊ, UMA CARTA DO MEU CORAÇÃO... FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

Querida filha, Danielle Katrine Hoje, pensei em te fazer um poema!! Rimar versos para te falar do meu amor... Mas como poetizar,...