CONSELHO MUNDIAL DA ÁGUA


Instituições que compõem a Seção Brasil do Conselho se reuniram nesta terça-feira (14/02) para alinhar participação no 6º Fórum Mundial da Água

Por David Telles

Este foi o último encontro dos integrantes da Seção Brasil antes do Fórum, que acontecerá em março, na França. Representantes do Banco do Brasil, da Fundação Banco do Brasil e da Agência Nacional das Águas (ANA) estarão presentes no encontro, que visa traçar um posicionamento comum das instituições brasileiras sobre o tema. Um catálogo foi elaborado para apresentar aos participantes do Fórum de que maneira essas instituições atuam em questões como conservação dos recursos hídricos, desenvolvimento sustentável de comunidades ribeirinhas e acesso à água potável. A reunião acontecerá na sede da ANA (Setor Policial, área 5, Quadra 3, Blocos B,L,M e T -  Brasília/DF) nesta terça-feira (14/02), a partir das 14h.

Conselho Mundial da Água (World Water Council) - criado formalmente em 1996, na França, com o objetivo de incentivar o uso racional e a conservação da água, o Conselho atua na elaboração e na implementação de políticas e estratégias para o desenvolvimento sustentável e reúne as principais instituições públicas e privadas do mundo. A instituição idealiza o Fórum Mundial da Água e é ligada à Organização das Nações Unidas (ONU). Saiba mais: www.worldwatercouncil.org

Fórum Mundial da Água – realizado a cada três anos desde 1997, o Fórum debate o “Direito a Água”, uma plataforma com medidas e compromissos locais, regionais e globais com enfoque na preservação dos recursos hídricos. Em 2012, a sexta edição do evento acontece na cidade de Marselha, a segunda principal cidade da França, de 12 a 17 de março. O evento irá reunir representantes de mais de 180 países.

Fundação Banco do Brasil – A instituição estará presente no 6º Fórum Mundial da Água, integra o Conselho e investe em tecnologias sociais que promovem o protagonismo social e conservação dos recursos hídricos. Destaque para a TS Barraginhas, que retém água das chuvas para utilização na agricultura familiar. Cerca de 10 mil unidades já foram reaplicadas pela Fundação em todo o país. Destaque também para as ações do Projeto São Bartolomeu Vivo, inaugurado em 2010 em parceria com o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) com o objetivo de recuperar áreas degradas às margens do Rio São Bartolomeu, que abrange o Distrito Federal e o Estado de Goiás. E, ainda, para a atuação no Programa Água para Todos, do Governo Federal, em que investirá na instalação de 60 mil Cisternas de Placas no semiárido brasileiro, possibilitando acesso à água potável para centenas de famílias.

Programa Água Brasil – resultado da parceria entreBanco do Brasil, Fundação Banco do Brasil, WWF Brasil e Agência Nacional das Águas (ANA), o Programa será destaque no Pavilhão Brasil, que será organizado durante o Fórum Mundial da Água. O Programa visa à recuperação de 14 micro bacias hidrográficas: Rio Sepotuba (MT), Rio Longá (PI), Rio Acre (AC), Rio Pipiripau (GO), Rio São Bartolomeu (DF/GO), Rio Alto Teles Pires (Sorriso/MT), Rio Alto Teles Pires (Sinop/MT), Ribeirão Guariroba (MS), Rio Lençóis (SP), Rio Benevente (ES), Rio das Pedras (RJ), Rio Cancã e Moinho (SP), Rio Camaquã (RS) e Rio Peruaçu (MG). E, ainda, realiza ações de mobilização social em cinco cidades: Rio Branco/AC, Pirenópolis/GO, Natal/RN, Belo Horizonte/MG e Caixas do Sul/RS, com foco na coleta seletiva e na reciclagem de resíduos sólidos.




Fonte:  Site FBB

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Frases picantes que homens gostam de ouvir na hora do sexo

UMA CARTA PARA MEU FILHO AMADO..

ENFIM... MEUS 18 ANOS DE IDADE!!!