quarta-feira, fevereiro 15, 2012

CONSELHO MUNDIAL DA ÁGUA


Instituições que compõem a Seção Brasil do Conselho se reuniram nesta terça-feira (14/02) para alinhar participação no 6º Fórum Mundial da Água

Por David Telles

Este foi o último encontro dos integrantes da Seção Brasil antes do Fórum, que acontecerá em março, na França. Representantes do Banco do Brasil, da Fundação Banco do Brasil e da Agência Nacional das Águas (ANA) estarão presentes no encontro, que visa traçar um posicionamento comum das instituições brasileiras sobre o tema. Um catálogo foi elaborado para apresentar aos participantes do Fórum de que maneira essas instituições atuam em questões como conservação dos recursos hídricos, desenvolvimento sustentável de comunidades ribeirinhas e acesso à água potável. A reunião acontecerá na sede da ANA (Setor Policial, área 5, Quadra 3, Blocos B,L,M e T -  Brasília/DF) nesta terça-feira (14/02), a partir das 14h.

Conselho Mundial da Água (World Water Council) - criado formalmente em 1996, na França, com o objetivo de incentivar o uso racional e a conservação da água, o Conselho atua na elaboração e na implementação de políticas e estratégias para o desenvolvimento sustentável e reúne as principais instituições públicas e privadas do mundo. A instituição idealiza o Fórum Mundial da Água e é ligada à Organização das Nações Unidas (ONU). Saiba mais: www.worldwatercouncil.org

Fórum Mundial da Água – realizado a cada três anos desde 1997, o Fórum debate o “Direito a Água”, uma plataforma com medidas e compromissos locais, regionais e globais com enfoque na preservação dos recursos hídricos. Em 2012, a sexta edição do evento acontece na cidade de Marselha, a segunda principal cidade da França, de 12 a 17 de março. O evento irá reunir representantes de mais de 180 países.

Fundação Banco do Brasil – A instituição estará presente no 6º Fórum Mundial da Água, integra o Conselho e investe em tecnologias sociais que promovem o protagonismo social e conservação dos recursos hídricos. Destaque para a TS Barraginhas, que retém água das chuvas para utilização na agricultura familiar. Cerca de 10 mil unidades já foram reaplicadas pela Fundação em todo o país. Destaque também para as ações do Projeto São Bartolomeu Vivo, inaugurado em 2010 em parceria com o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) com o objetivo de recuperar áreas degradas às margens do Rio São Bartolomeu, que abrange o Distrito Federal e o Estado de Goiás. E, ainda, para a atuação no Programa Água para Todos, do Governo Federal, em que investirá na instalação de 60 mil Cisternas de Placas no semiárido brasileiro, possibilitando acesso à água potável para centenas de famílias.

Programa Água Brasil – resultado da parceria entreBanco do Brasil, Fundação Banco do Brasil, WWF Brasil e Agência Nacional das Águas (ANA), o Programa será destaque no Pavilhão Brasil, que será organizado durante o Fórum Mundial da Água. O Programa visa à recuperação de 14 micro bacias hidrográficas: Rio Sepotuba (MT), Rio Longá (PI), Rio Acre (AC), Rio Pipiripau (GO), Rio São Bartolomeu (DF/GO), Rio Alto Teles Pires (Sorriso/MT), Rio Alto Teles Pires (Sinop/MT), Ribeirão Guariroba (MS), Rio Lençóis (SP), Rio Benevente (ES), Rio das Pedras (RJ), Rio Cancã e Moinho (SP), Rio Camaquã (RS) e Rio Peruaçu (MG). E, ainda, realiza ações de mobilização social em cinco cidades: Rio Branco/AC, Pirenópolis/GO, Natal/RN, Belo Horizonte/MG e Caixas do Sul/RS, com foco na coleta seletiva e na reciclagem de resíduos sólidos.




Fonte:  Site FBB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...