quinta-feira, maio 24, 2012

DE VOLTA PRA SANTARÉM...


Daqui de cima
Vejo meu rio
Minha mata
Nas asas de ferro
Vôo nesse Céu Tapajônico
Águas de encontram
Águas se vão
O que acalenta minha alma
A volta pra casa
O pássaro de ferro
Me leva de volta
Razante
Ao brilho
Do Tapajós
Que me acena ao meu encontro
Meu medo matei na mata florida
No solo de Wilson Fonseca
Minha Terra Querida...

Leíria Rodrigues




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...