terça-feira, maio 29, 2012

PEC DO TRABALHO ESCRAVO E COTAS SÃO DESTAQUES EM SESSÃO DE HOMENAGEM À LEI ÁUREA



A homenagem do Senado aos 124 anos da Abolição da Escravatura, ontem, foi marcada pela defesa das cotas para negros em universidades e da aprovação da PEC do Trabalho Escravo, proposta que permite a expropriação da propriedade onde for descoberta essa atividade.
O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) disse que é um equívoco afirmar que o objetivo das cotas é apenas beneficiar os negros:
— É [instituir as cotas] uma tarefa patriótica: fazer com que a cara da elite brasileira não seja apenas branca, mas tenha também as cores dos outros grupos étnicos e raciais.
Presidente da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado, Paulo Paim (PT-RS) informou que o projeto que insere na lei o direito às cotas pode ser votado na semana que vem pelo Plenário do Senado. Se for aprovado, o texto dará mais força à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), anunciada em abril, de considerar as cotas constitucionais.
A PEC do Trabalho Escravo foi aprovada pela Câmara dos Deputados na semana passada. Como voltará a ser examinada no Senado, Cristovam e Paim fizeram um apelo para que a matéria seja aprovada rapidamente, antes do recesso parlamentar de julho.
Segundo Cristovam, será a oportunidade de o Senado “completar uma lei [a Lei Áurea] que ainda não está completa”.
Apesar de ressaltarem a importância da Lei Áurea, os participantes da sessão reiteraram que a Abolição é um processo ainda incompleto.
O presidente do Senado, José Sarney, assinalou que “se não há segregação racial no país, a discriminação racial faz parte de nosso cotidiano, de forma mascarada, escondida e até inconsciente”.
— A exclusão da comunidade negra coincide em grande parte com a dos pobres.
Ao destacar o problema da exclusão socioeconômica, o líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL), citou uma estimativa de que, nas cidades com mais de 500 mil habitantes, negros e pardos têm salários até três vezes menores que os dos brancos.
A sessão de ontem foi uma iniciativa do senador Cristovam Buarque e do deputado federal Domingos Dutra (PMDB-MA), que é presidente da Frente Parlamentar Mista pela Erradicação do Trabalho Escravo no Brasil.
Também participaram da homenagem a vice-presidente da Câmara dos Deputados, Rose de Freitas (PMDB-ES); Mário Theodoro, da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República; Marcelo Aguiar, do Ministério do Trabalho e Emprego; Josefina dos Santos, da Secretaria Especial da Promoção da Igualdade Racial do Governo do Distrito Federal; Ione Maria de Carvalho, do Ministério da Cultura; e Nilton Nascimento, presidente da ONG Negro em Movimento.
Jornal do Senado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

DANIELLE LIMA!! PARA VOCÊ, UMA CARTA DO MEU CORAÇÃO... FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

Querida filha, Danielle Katrine Hoje, pensei em te fazer um poema!! Rimar versos para te falar do meu amor... Mas como poetizar,...