segunda-feira, julho 23, 2012

SAUDADES...



Domingo. O fim de tarde, o por do sol, a saudade batendo na janela do meu coração. No ar,sinto  o seu cheiro que  feito mistério vem  exalar sua  presença.  Reviro pensamentos, tento esquecer você.Mas no avesso de cada pensar  encontro sempre traços de sua presença.


Minhas lembranças   buscam e  encontram  você,  escondido  no mais  intimo  do meu existir e, sem minha permissão,  você  vem encher meu peito de nostalgia. Ao longe, uma música ressoa como provocação me trazendo  antigas recordações, fortes emoções.Rebusco na memória momentos, encontros, loucuras, sinto saudades suas. Mesmo que tente esquecer, em  cada resquício do meu passado, em cada canto do  meu ser ... lá está você.

O tempo passa apressado, pessoas chegam, pessoas se vão, apenas você permanece aqui  dentro do meu coração. Teimosia minha ? Ou Inconsequência da minha razão? Não sei... Perguntas sem respostas, não tenho  explicação. Se tento fugir, mais te encontro em mim...

Seu perfume delicioso, se tornou fragrância do meu ar, elixir dos meus  desejos, aroma  que perfuma meus dias e inspira meus devaneios loucos. Tento esquecer você, mas as tentativas são vãs. Procuro fazer algo que roubem minha atenção. Arrumo as gavetas, mas  entre minhas coisas encontro suas fotografias, lá vem você de novo. Esqueço a arrumação e outra vez viajo em sua imagem, nos detalhes, em cada fotografia sua,  que tenho nas mãos. Em cada  uma delas vejo seu rosto , seu sorriso lindo.Continuo olhando cada uma delas. Contemplo seus olhos, seu rosto, sua boca e cada traço no desenho do seu retrato.Feito boba, permaneço imóvel, ali meio louca, admirando sua imagem, sorrindo sozinha  e dentro dessa loucura sonho com sua boca na minha.

 Por alguns minutos continuo olhando você, nas fotografias. E  nelas  viajo infinitamente, viajo   no seu olhar,e mesmo na distancia sinto você perto de mim. Em cada fotografia vejoseu  jeito menino de moleque arteiro de olhar bandoleiro que  me prende inteira e brinca feliz no quintal  do meu coração... 

Fecho os olhos penso em você e no peito, guardo essa  vontade do seu beijo, sede de sua boca, seus delírios e desejos, em mim.  O tempo passa , mas  você  permanece aqui consumindo meus pensamentos  dentro dessa  saudade que não passa...

Socorro Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...