terça-feira, outubro 30, 2012

QUERIDO DAN!!!

DAN - nosso cachorrinho

Santarém, 30 de outubro de 2012.


 Meu querido Danzinho!!



Hoje resolvi escrever para você. Sabe de uma coisa? Vou te contar. Ontem cheguei cedo em casa e foi horrível. Do portão, vi o quintal e nele um vazio imenso e uma solidão sem dimensão. Você não veio em minha direção. Olhei em cada canto, e em cada um deles vi você sorrindo pra mim. Só imaginação. Você não está mais aqui. Já não vem mais me encontrar com sua alegria ímpar. Já não posso te abraçar, sentir seu cheiro e te carregar no colo pra conversar e mimar. Entrei no portão e por um momento pensei que virias me encontrar. Ilusão. Você  não apareceu. Desolada segui e em meus olhos um olhar triste que se enchia  de lágrimas. Lágrimas de saudade de você Dan. Uma angustia  e um dolorido vazio  pela sua ausência. Não sei por que você se foi tão cedo e me deixou assim nesse apego, nessa solidão. 



A sua alegria pela minha chegada, sua forma de me encontrar e me agradar, jamais esquecerei. Sua corrida apressada em minha direção, seu pulo para me saudar. Em cada  vez que te chamava lá vinha você correndo com suas orelhinhas balançando e seu rabo a abanar. Era sua forma  alegre de me  dar boas vindas. Assim você me conquistou e se fez meu amigo, meu mimo, meu Danzinho querido. Ainda lembro-me de você tomando banho, ali quietinho e depois de limpinho e cheiroso, corria para se banhar na terra. Era lindo!! Essa imagem é inesquecível.



 Feito um moleque sapeca brincava  de ser criança junto de  Emerson e Paulinho. E em meio a traquinagens diversas  aqui e ali com sua corrida veloz um deles ia ao chão. Se ele chorava ou não, você pouco de importava e só queria brincar e brincar. Mas quando  não estava pra graça e  mexiam com você logo rosnava um latido, ensaiava uma mordida nas mãos dos moleques danados.  E logo estavam os três juntos outra vez,  correndo no quintal. 


 Ciumento, dengoso, inteligente assim era você Dan.  Um cãozinho tão lindo e faceiro que logo conseguiu o carinho e admiração de todos lá em casa. E em cada um de nós uma saudade se faz sentir, desde do dia que nos deixou aqui.


 Era você o "filhooo"  do Pedro e meu netinho de faz de conta. E já tinha até me acostumado com você feliz junto de mim.  Mas a vida é assim, sempre nos surpreende e arranca de nós o que gostamos, por isso levou você de nossas vidas. Deixando em nós a saudade e solidão.


 Desde o dia em que você se foi tudo está triste, não escuto mais seus passos correndo da sala para cozinha. E a noite  já não  ouço mais seu latido. Você se foi. 


Hoje certamente estais no céu,  junto de São Lazaro e outros cãezinhos. E sem dúvidas estais jorrando alegria e felicidade ao seu redor com sua doçura e beleza. 


Meu  Danzinho lindo, meu bebê da vovó. Amo você, do mesmo jeito que sempre falava pra você. E você apenas me olhava como se entendesse tudo. Ficava sempre atento ao que eu  falava  e por isso eu sempre fazia questão de colocar você no colo para aquecê-lo com meus braços, enquanto quietinho você só respirava e me olhava. 


Dan você está fazendo muita falta, lá em casa . Mas saiba que já estais eternizado em meu coração e no coração de todos nós, cãozinho querido,  mimo do meu coração. Saudades Dan, muitas saudades de você.

Da vovó Socorro sempre chata , mas  que aprendeu a te amar muito e de um jeito muito especial..

Você está eternizado em meu coração.



Socorro Carvalho 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

DANIELLE LIMA!! PARA VOCÊ, UMA CARTA DO MEU CORAÇÃO... FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

Querida filha, Danielle Katrine Hoje, pensei em te fazer um poema!! Rimar versos para te falar do meu amor... Mas como poetizar,...