segunda-feira, novembro 19, 2012

A LINGUAGEM DOS OLHOS




Quando eu vejo você
A minha boca seca, a mão congela
O sangue ferve
De onde vem tanto poder?

E quando você me vê
O teu sorriso brilha, tudo muda
Me deseja como eu desejo você

E quando eu vejo você
A minha voz embarga
A mente voa, sonho mil loucuras pra te satisfazer

E quando você me vê
O corpo não me avança
O clima esquenta
O nosso dialeto é pra quem sabe entender

A linguagem dos olhos
O corpo sabe decifrar
A linguagem dos olhos
Quem faz o coração falar

Tudo rola sem um toque
Sem trocar uma palavra
É telepatia, é paixão desenfreada

Péricles

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...