sexta-feira, novembro 23, 2012

POÉTICA DA NATUREZA


O tempo passa voando e  mais um tempo se finda.
O  lindo contraste das cores,  no fim do dia.
Céu cobrindo-se de suave penumbra...
Poesia e rima.
A noite faceira seduz o dia, abraça o sol com seus mistérios  e beleza.
Sob o olhar de remansos, banzeiros e correntezas.
Na paisagem indecifrável, o cenário de amor eterno.
Entre o dia e a noite!
O sol e a lua!
A brisa passa acariciando os pensamentos.
Fazendo aflorar  devaneios e  sentimentos.
Mas o pescador anônimo, sentado no banco da canoa,
Preocupa-se apenas em arrumar o anzol e a malhadeira...
Enquanto ouve o som dos cardumes  cortando o enigmático  silencio.
Pescador, personagem ímpar das paisagens amazônicas.
Por do sol caindo  sobre o Rio Tapajós...
Mágica, magna beleza,
Singeleza e poética da  natureza.



Socorro Carvalho

Foto: Mizael Santos 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

DANIELLE LIMA!! PARA VOCÊ, UMA CARTA DO MEU CORAÇÃO... FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

Querida filha, Danielle Katrine Hoje, pensei em te fazer um poema!! Rimar versos para te falar do meu amor... Mas como poetizar,...