quinta-feira, janeiro 10, 2013

EM SEU CORPO...


Em seu corpo me perco...
Acho-me em seus segredos.
Entre suas  montanhas e rochedos
Procuro a fonte para matar minha sede.
A boca sedenta...
Caça lagos e  riachos,
“Água” para molhar a boca.( livrar-me dessa sede) 
No ponto mais alto do monte
Nasce a fonte.
De suas entranhas,
Vejo  brotar “água” pura,
Seiva bruta que alimenta
Enche meus olhos de ânsia e desejos, 
Suave vem se derramar,  matar  minha sede.
Seiva sagrada, purificada.
Purificação e  pecado...
Na malícia do teu templo nu.
Você é a extensão, terra fértil. 
Nessa terra me deito,
E no abrigo de teu  rochedo
De   malícias e segredos,
Extasio-me nas fantasias...
No sabor louco dos seus beijos.
Seu corpo extenso é  morada e agasalho .
Encaixe  do meu intento perfeito. 
E no ápice dos delírios
Debruço-me em  seus montes,
Bebo em sua fonte... 
Sento e descanso meus segredos e desejos.


Socorro Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...