sexta-feira, fevereiro 01, 2013

DELÍRIO CINECLUBISTA 2013 – UMA HOMENAGEM ESPECIAL DE CINECLUBISTAS PARA CINECLUBISTAS!


Salve apaixonados pelo cinema! O cine Puraqué em parceria com o Cineclube Primeira Estação começa oficialmente suas atividades cineclubistas 2013 com um encontro pra lá de especial. Trata-se da primeira sessão cineclubista do ano na maloca puraqueana com o lançamento do filme nacional: “Delírios de um cinemaníaco”, realizado colaborativamente pela produtora Filmes para Bailar e pelo Fora do Eixo – São Carlos. O longa conta a cinebiografia de José de Oliveira, um dos pioneiros do cinema brasileiro, voltado especialmente para cineclubistas rodarem nos seus espaços comunitários digitais.

Um homem que desde a sua infância até a velhice, viu a morte levar seus familiares e maiores amigos, mas encontrou no amor por Edna e na paixão pelo cinema, forças para encarar as mazelas da vida, vivendo em um grande delírio cinematográfico. Para abrilhantar ainda mais este encontro, no final desta sessão, vamos ter a participação virtual do cineastas do filme, Carlos Eduardo Magalhães, Dudu e Felipe Barqueti. Agora é com você, participe, convide mais alguém e venha se emocionar novamente com a magia da sétima arte com muito diálogo e roda de conversa no final da exibição, prática tradicional do cineclube! Entrada livre!

Fique conectada na programação da agenda Puraqué:

Serviço comunitário:
Cineclube Primeira Estação – Puraqué

“Delírios de um cinemaníaco”, 2013

Hora: 18h (sábado)

Dia: 2 de fevereiro de 2013

Local: Casa Puraqué – Rua Vitória Régia 223, bairro Amparo, próximo da antiga fábrica de asfalto.

ENTRADA GRATUITA


Delírios de um cine maníaco, a história de um pioneiro do cinema

O filme Delírios de um cine maníaco conta a história de José de Oliveira, mais conhecido como Zé Pintor, um dos pioneiros na atividade cinematográfica na cidade de São Carlos (SP) e autor de diversos filmes que, além de contar histórias, promoviam a aproximação da sociedade são-carlense junto ao mundo do cinema, uma vez que Zé Pintor produzia seus filmes de forma independente e utilizava como atores amigos e pessoas próximas a ele...

Um comentário:

  1. Anônimo5:05 PM

    Essa eu não vou perder! :-) Udirley

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...