POSTURA PROFISSIONAL: NÃO COMETA ESSE ERRO!


Você já está por dentro de várias dicas sobre como se portar no trabalho, qual a maneira certa de se vestir, como expor sua opinião para as chefias etc. Mas você sabe quais são os erros cruciais na
vida profissional, que podem prejudicar sua carreira antes mesmo dela começar? Então, o Diário Gaúcho conversou com especialistas e, a partir da opinião deles, elaborou uma lista com os sete erros mais comuns no mercado de trabalho. Se você não quer cair nessas armadilhas, previna-se, lendo os textos a seguir.

Ser imediatista

Não ter objetivos a médio e a longo prazo é um erro, porque gera instabilidade profissional. Isso ocorre com pessoas que trocam de emprego muitas vezes. É uma característica comum entre os mais jovens.

Dica: traçar um plano de longo prazo e persegui-lo, mesmo que seja preciso deixar de lado planos mais imediatos. Fazer uma boa escolha da empresa em que está ingressando, sabendo se as características de seu perfil estão alinhadas às da empresa.

Soberba

A humildade deve ser sempre desenvolvida. Além de saber reconhecer erros quando são apontados, é importante ter agilidade de informar aos pares quando as coisas não vão bem.

Dica: dar e receber feedbacks não é a simples crítica pela crítica, mas visa a tornar um profissional mais capacitado e melhor relacionado. Quem aponta erros geralmente ajuda a crescer.

Abandonar os estudos

Com o início de carreira, muitas pessoas param de estudar. O ideal é buscar cursos de aperfeiçoamento naquilo que se quer investir, como ferramentas de informática e outro idioma. Quem não se atualiza se acomoda na função, não aceitando desafios e ficando mais resistente a mudanças.

Dica: estar aberto a inovações, criar novos caminhos para a resolução de problemas, sem medo de arriscar.

Ter medo da tecnologia

Desconsiderar a importância da tecnologia é um erro que pode tornar o indivíduo ultrapassado. Isso não quer dizer que é preciso se tornar um escravo dos novos aparelhos. Mas, quanto mais ferramentas forem dominadas, maiores são as possibilidades de diálogo com o mercado.

Dica: entregar-se é melhor do que resistir. A tecnologia está aí para servir aos profissionais. Antes das ferramentas, devem vir as pessoas, principalmente nas redes sociais. É preciso ter cuidado com as informações publicadas nesses espaços.

Acomodar-se

Ser desprovido de ambição e iniciativa costuma ser um erro porque, além de manter a carreira estagnada, pode causar baixa no rendimento e na produtividade em relação ao grupo. Isso ocorre normalmente com quem não gosta de assumir riscos.

Dica: a desacomodação vem a partir da atitude individual, com tomada de consciência e mudança. Então, para melhor pensar sobre o que é preciso mudar, a dica é ler livros, revistas.
Também é importante oferecer-se para colaborar em outras funções, mostrando atitude proativa.

Rigidez e intolerância

Uma máxima no mundo profissional é que mudança e transição fazem parte do dia a dia. Por isso, a única certeza que se tem é de que tudo muda o tempo todo. O bom profissional é aquele capaz de transformar ameaças em oportunidade e lidar bem com as adversidades.

Dica: ser flexível a mudanças e adaptarse às situações novas. Buscar constante qualificação e capacitar-se ajuda a não ser pego de surpresa.

Não ter prazer no que faz

Se uma pessoa escolhe algo de que não gosta, será mais difícil alcançar o sucesso e ter um bom salário. Às vezes, a escolha profissional está atrelada a influência de pessoas como familiares e amigos. É preciso fugir disso na hora de encarar o mercado.

Dica: buscar incorporar os aprendizados do dia dia no seu desempenho profissional, agregando gostos pessoais ao interesse de trabalho. Outra dica é investir em orientação vocacional e conhecer de perto a rotina da profissão.

Fontes: psicóloga e diretora do Instituto de Desenvolvimento Global, Zeila Bedin, diretora da cCIMm Monitoramento e Coaching, Cláudia Messer Moscovich, e psicóloga e consultora organizacional Roberta Lopes do Nascimento

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Frases picantes que homens gostam de ouvir na hora do sexo

UMA CARTA PARA MEU FILHO AMADO..

ENFIM... MEUS 18 ANOS DE IDADE!!!