sábado, março 23, 2013

DIA MUNDIAL DA ÁGUA


Declarado pela ONU, o Dia Mundial da Água 2013, celebrado hoje, também tem como tema a Cooperação Internacional pela Água. Trata-se de tema inédito que ressalta a importância social da água. Alinhada a essa temática, a Fundação Banco do Brasil desenvolve ações em torno da causa Água por meio da reaplicação de tecnologias sociais em programas como o Água para Todos, o Água Brasil e o Projeto Rio São Bartolomeu Vivo.

No âmbito do Programa Água Brasil, a Fundação BB, em parceria com o Banco do Brasil, o WWF-Brasil e a Agência Nacional de Águas (ANA), fomenta práticas sustentáveis tanto nas áreas rurais quanto urbanas em todo o território nacional. No meio urbano, a iniciativa visa disseminar o consumo responsável, a coleta seletiva e a reciclagem de resíduos sólidos, bem como estimula a mudança de valores e comportamentos, incentivando o consumo responsável. No meio rural, os parceiros disseminam o uso de boas práticas agrícolas e de proteção das nascentes de água.

No Programa Água para Todos, que compõe o Plano Brasil Sem Miséria do Governo Federal, a meta da Fundação BB é construir 60 mil cisternas de placas no semiárido brasileiro até o final de 2012. A Cisterna de Placas é uma tecnologia social, certificada desde 2005 pela FBB, para armazenar até 16 mil litros de água proveniente da chuva, o que é suficiente para o consumo de uma família de cinco pessoas, em média, por um período de até oito meses.

A atuação da Fundação BB na bacia hidrográfica do Rio São Bartolomeu reúne ações em três eixos que contribuem para a preservação e recuperação da região degradada e para a promoção do desenvolvimento integrado e sustentável das populações envolvidas. O eixo Recuperação de Àreas Degradadas tem como uma de suas principais metas a produção de um milhão de mudas e a recuperação de 500 hectares de áreas degradadas ao longo do Rio Bartolomeu. Até hoje foram plantadas mais de 265 mil mudas de plantas nativas do bioma Cerrado em uma área de 172 hectares.

O segundo eixo, Reaplicação de Tecnologias Sociais, tem como objetivo reaplicar as tecnologias sociais PAIS (Produção Agroecológica Integrada e Sustentável), Barraginhas, Fossas Sépticas Biodigestoras e Balde Cheio como alternativa para constibuir com o desenvolvimento sustentável das comunidades rurais que residem e produzem no território da bacia, proporcionando segurança alimentar, geração de trabalho e renda, saneamento básico e preservação ambiental.

As ações de mobilização são essenciais para despertar nas comunidades ribeirinhas o sentimento de pertencimento e a consciência da importância da preservação do Rio São Bartolomeu.


Fonte: FBB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

UM POEMA PARA ÁMON

Há dez meses... Você chegou!!! Trouxe no riso o estro. No calor O mais lindo poema de amor. Tão pequeno, tão meigo. Porém, forte e...