quinta-feira, março 07, 2013

EU...




Sou a liberdade da fantasia real.
Sofro metamorfoses, sou de fases.
Feito a lua me mostro e me escondo.
As entrelinhas da poesia é meu fascínio.
Delírios e devaneios.
Sou prosa e poesia.
Rima,  refrão, sou mutável, sou métrica dos versos.
Linguagem muda, a escrita.
Voz que se desnuda na amplidão.
Sou “santa” e pecadora;
Sou dama e “puta”;
Sou anjo e demônio.
Sou bruma e tempestade...
Incógnita  noturna.
Resposta contida, fragmentada.
Psiu, silêncio!!
Preciso escutar a voz do  meu  eu
Escondida dentro desse silêncio que fala... 



Socorro Carvalho





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

VERSOS, PARA MEU NETO...

Um dia você chegou... Trouxe consigo o melhor verso. A brisa que acaricia, O vento que embala. Seu sorriso trouxe o alvorecer.   ...