terça-feira, julho 23, 2013

VIA LÁCTEA


"Ora (direis) ouvir estrelas! 
Certo 
Perdeste o senso!"
 E eu vos direi, no entanto, 
Que, para ouvi-las, muita vez desperto 
E abro as janelas, pálido de espanto...
E conversamos toda a noite, enquanto 
A Via Láctea, como um pálio aberto, 
Cintila. 
E, ao vir do sol, saudoso e em pranto,
 Inda as procuro pelo céu deserto.
Direis agora: 
"Tresloucado amigo! 
Que conversas com elas? 
Que sentido
Tem o que dizem, quando estão contigo?"
E eu vos direi: 
"Amai para entendê-las! 
Pois só quem ama pode ter ouvido
 Capaz de ouvir e de entender estrelas."


(Olavo Bilac)
Foto: Site O ECO
Rio Tapajós 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

DANIELLE LIMA!! PARA VOCÊ, UMA CARTA DO MEU CORAÇÃO... FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

Querida filha, Danielle Katrine Hoje, pensei em te fazer um poema!! Rimar versos para te falar do meu amor... Mas como poetizar,...