domingo, dezembro 29, 2013

TARDE FRIA...


O dia termina
A noite vem chegando...
Na mansidão da poesia
O por do sol vem sob a chuva que cai.
Escondido na poética
O verso é solidão.
As rimas se ajeitam e se afastam.
Enquanto o vento passa suave...
Deixando na pele, um leve toque de carícia,
Com uma terna saudade, inexplicável.
No regozijo do querer
Tudo é ilusão, fantasia passageira.
Enquanto  o olhar  perde-se  no vácuo,
Na lacuna desta  tarde triste e vazia.
A chuva molha o poema.
Deixando-o  encharcado.
A vida segue
Numa continua troca de estação...
Passos errantes caminham perdidos,  sem sentido.
Enquanto a inspiração...
Murmura, em silêncio, versos contidos, escondidos.
Doces lembranças,
Insaciável agonia...
Tarde fria.


Socorro Carvalho


Fim de tarde de muita chuva e melancolia em meu coração...
O único remédio é a inspiração, a poesia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

DANIELLE LIMA!! PARA VOCÊ, UMA CARTA DO MEU CORAÇÃO... FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

Querida filha, Danielle Katrine Hoje, pensei em te fazer um poema!! Rimar versos para te falar do meu amor... Mas como poetizar,...