quarta-feira, junho 19, 2013

Começa hoje na UFOPA o Seminário de Teses sobre Educação

Professor doutor José Luis Sanfelice, professor em História da Educação, da Unicamp

A abertura oficial do 1º Seminário de Teses “Políticas, Práticas Docentes, História e Filosofia da Educação” acontecerá hoje, dia 19 de junho, às 18 horas, no Auditório Wilson Fonseca da UFOPA, com a conferência “Pós-modernidade, Crise do Capital e Educação Escolar”, a ser ministrada pelo professor doutor José Luis Sanfelice, professor em História da Educação, da Unicamp. O evento acontecerá no Câmpus Rondon, situado no bairro do Caranazal, em Santarém (PA).

Destinado a acadêmicos, professores e profissionais da área de educação, o Seminário é promovido pelo Programa de Doutorado Interinstitucional em Educação (Dinter), realizado em parceria entre a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e a Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA).

Aberto ao público, o evento tem como objetivo socializar os projetos de pesquisas desenvolvidos pelos alunos do Doutorado Interinstitucional em Educação, oportunizando a avaliação crítica pelos orientadores e demais professores participantes do Dinter, além de promover a integração com estudantes da graduação e outros profissionais da educação.

No dia 20 de junho, quinta-feira, haverá a apresentação dos projetos de pesquisa dos alunos doutorandos, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas, na sala H 201 do Câmpus Rondon. Às 18h30, será realizada, no Auditório Wilson Fonseca, a mesa-redonda “Práticas Docentes e Formação de Professores”, que terá como palestrantes o professor doutor Dario Fiorentini, da Unicamp; e a professora doutora Solange Helena Ximenes Rocha, diretora do Instituto de Ciências da Educação (ICED/UFOPA). O debate terá como mediador o professor doutor Luiz Percival Leme Britto, da UFOPA.

Na sexta-feira, dia 21, além das apresentações dos projetos de pesquisa pela manhã, haverá mais duas mesas-redondas no Auditório Wilson Fonseca: “Políticas e Gestão Educacional”, às 15 horas, com os professores doutores da Unicamp Newton Antonio Paciulli Bryan, Silvio Ancisar Sanchez Gamboa e Mara Regina Martins Jacomeli; e “Filosofia e História da Educação”, às 18 horas, com os professores doutores Anselmo Alencar Colares (UFOPA), José Claudinei Lombardi (Unicamp) e José Luis Sanfelice (mediador).


                                                                                                                      Fonte: Comunicação/UFOPA

Suelen Reis FELICIDADES!!Parabéns!!



Suelen Reis!!
Neste dia especial te parabenizo com carinho por mais um ano de vida!!
Que continues essa mulher com alma e alegria de menina!!
Que sejais sempre essa profissional dedicada e comprometida com sua missão.
E em teu lar, que sejas sempre essa namorada, amante, esposa
e a madrasta mais doce que já conheci. rsrs
Que possas continuar jorrando todo esse amor às pessoas que estão junto de ti, sempre.
E que  em  teu coração Deus permita que tenhas  sempre uma fonte inesgotável de paz, confiança,
otimismo,  fé, amor e muitos sorrisos.



Como brinde deixo pra ti, neste dia Especial, um poema maravilhoso de Almeida Garret...

Beleza

Vem do amor a Beleza,
Como a luz vem da chama.
É lei da natureza:
Queres ser bela? - ama.

Formas de encantar,
Na tela o pincel
As pode pintar;
No bronze o buril
As sabe gravar;
E estátua gentil
Fazer o cinzel
Da pedra mais dura...
Mas Beleza é isso? - Não; só formosura.

Sorrindo entre dores
Ao filho que adora
Inda antes de o ver
- Qual sorri a aurora
Chorando nas flores
Que estão por nascer –
A mãe é a mais bela das obras de Deus.
Se ela ama! - O mais puro do fogo dos céus
Lhe ateia essa chama de luz cristalina:

É a luz divina
Que nunca mudou,
É luz... é a Beleza
Em toda a pureza
Que Deus a criou.


Almeida Garrett, in 'Folhas Caídas'




Foi muito bom  te conhecer Su!!


Saúde e Felicidades!!



Abraços


Da 

Socorro Carvalho

É ASSIM QUE TE GOSTO

Gosto do teu perfume,

Que no ar me faz sentir o aroma da tua presença.

Gosto do teu jeito sério,

Que esconde esse moleque sapeca que me conquista.

Gosto do teu silêncio,

Que esconde mistérios e segredos que me encantam.

Gosto do tom da tua voz,

Que me repreende as vezes, me domina e fascina pela segurança.

Gosto do teu olhar,

Que me olha sacana, me deseja e me desnuda de um jeito safado.

Gosto do cheiro da tua pele,

Que excita e me inspira a querer-te loucamente.

Gosto do teu sorriso,

Que feito luz, ilumina de ternura o meu coração.

Gosto da tua boca,

Que diz palavras loucas e instiga minha ousadia.

Gosto do teu beijo molhado,

Que despe meus pudores e vergonha... e me veste de fantasias obscenas.

Gosto do toque de tuas mãos,

Que na voracidade das carícias me faz molhar de tesão.

Gosto do teu abraço forte,

Que me envolve, protege e me aquece de sacanagens secretas.

Gosto do teu corpo nu,

Que grande sobre mim, me faz sentir o peso do teu querer.

Gosto da tua língua macia e quente,

Que roça suave a minha intimidade e me faz delirar.

Gosto do teu desejo desvairado,

Que insano, sem vergonha me possui e me devora inteira.

Gosto da tua loucura ousada,

Que entre grunhidos e gemidos ofegantes me faz chegar em êxtase absoluto.

Gosto da tua insensatez dominadora,

Que me faz ordinária, vadia única dos teus instintos.

Quando em minha boca derramas tua seiva quente, que adoro.

Gosto do teu improviso renovado,

Que foge do convencional e me faz extrapolar limites do perigo que tanto me excita.

Gosto do teu gozo completo,

Que louco e gostoso invade quente minhas entranhas.

Gosto da tua sacanagem bem sacana,

Que me faz bandida, vagabunda na hora de me dar a você.

Gosto do teu gosto proibido,

Que feito vinho sempre me embriaga de loucura e tesão...nesse amor que não passa.


Poema de Socorro  Carvalho "emprestado" do Blog do Jeso:
Blog Agônia ou  Êxtase


* Pesquisando umas informações me deparei com esse post no blog  Agônia  ou Êxtase, trata-se de um de   meus poemas postados no blog do Jeso , em 2006.
Gosto desse poema então resolvi postá-lo aqui novamente. 
Afinal de contas... É assim que te gosto... que  tal?rsrs

Vi naquele líder uma luz e um exemplo capaz de mudar o mundo.

Em maio, trabalhei a disciplina Filosofia da Educação na turma de Pedagogia do PARFOR - UFOPA, Núcleo de Itaituba, Região do Tapajós, Oeste do Pará. No primeiro dia de aula, descobri que a maioria dos alunos eram professores na zona rural de Itaituba, Aveiro e Jacareacanga, em áreas garimpeiras, indígenas, ribeirinhas e que traziam experiências apaixonantes.

Dos trinta alunos, quatro eram Mundurukus que vivem nas aldeias Teles Pires, Piquiarana, Kaburuá e Anipiri - município de Jacareacanga. Minha atenção se voltou, de forma especial, para um indígena de 62 anos, professor e Cacique da Aldeia Anipiri: Bonifácio Munduruku. Ele, que construiu a primeira escola da aldeia e foi ali o primeiro professor, viajava mais de 600km até Itaituba para estudar, e, apesar da idade e da saúde frágil, transbordava entusiasmo com a busca de conhecimentos, que segundo ele, ajudaria a preparar o seu povo para enfrentar os desafios. Quanto mais eu o escutava, mais crescia meu respeito e minha admiração por ele e pelo seu povo. Vi naquele líder uma luz e um exemplo capaz de mudar o mundo.

No último dia de aula, ele escreveu: “Professora, gostei muito de você, do seu jeito de ser guerreira, uma índia branca, lutadora sem medo de nada. Você explica muito bem sua aula e estou levando boas aulas que aprendi na sua aula. Pena que foram poucos dias. Eu queria aprender mais. Boa Viagem. Do aluno Bonifácio Crixi Munduruku.’’

Hoje, recebi uma triste notícia. Cacique Bonifácio já não está entre nós.
Bom descanso, guerreiro! Você deixou marcas positivas no mundo.

Lucineide Pinheiro
Professora da UFOPA

Postagens em destaque

VERSOS, PARA MEU NETO...

Um dia você chegou... Trouxe consigo o melhor verso. A brisa que acaricia, O vento que embala. Seu sorriso trouxe o alvorecer.   ...