domingo, dezembro 01, 2013

AMOR INIFINITO


" Às vezes a lua fica em forma de vírgula para mostrar que o infinito não tem ponto final"...

O amor de verdade também é assim, INFINITO
pode existir   vírgulas, mas jamais espaço para um ponto final.
O tempo, a vida, as circusntâncias até podem separar corpos, mas jamais serão capazes de separar  duas almas que se amam de verdade e que  estão unidas por um  sentimento  único ... o AMOR.


Socorro Carvalho

PEDRO & CAROL CAMINHAM COM MARIA IMACULADA CONCEIÇÃO!!!


A caminhada desse ano , poderia ter sido como as outras: fiéis agradecendo bênçãos, pagando promessas , realizando pedidos a mãe Maria Santíssima... bom , ela não foi como as outras por um detalhe... havia para mim , mais uma motivação para cumprir todos aqueles 37 Km... A presença da minha Pequena princesaa ...
Que foi persistente , as vezes impaciente , mas consistente.... e determinada a ir até o fim... como prova de Amor... 

Vidaa, sua companhia nessa caminhada se tornara exemplo de como será nossa caminhada chamada vida , daqui pra frente... superando as dificuldades, as dores , pra que um bem maior seja alcançado...
Parabéns por completar a caminhada, e que sempre segurando minha mão , me dava forças nos momentos que eu pensei em desistir.

Eu te amo muito nenê  


Pedro Carvalho Lima
Nossa Senhora abençoe e proteja vocês dois minhas crianças lindas!!
Orgulhosa por vocês. Só faltou a camisa da caminhada.

VOU-ME EMBORA PRA PASÁRGADA


Vou-me embora pra Pasárgada
Lá sou amigo do rei
Lá tenho a mulher que eu quero
Na cama que escolherei

Vou-me embora pra Pasárgada
Vou-me embora pra Pasárgada
Aqui eu não sou feliz
Lá a existência é uma aventura
De tal modo inconseqüente
Que Joana a Louca de Espanha
Rainha e falsa demente
Vem a ser contraparente
Da nora que nunca tive

E como farei ginástica
Andarei de bicicleta
Montarei em burro brabo
Subirei no pau-de-sebo
Tomarei banhos de mar!
E quando estiver cansado
Deito na beira do rio
Mando chamar a mãe-d’água
Pra me contar as histórias
Que no tempo de eu menino
Rosa vinha me contar
Vou-me embora pra Pasárgada

Em Pasárgada tem tudo
É outra civilização
Tem um processo seguro
De impedir a concepção
Tem telefone automático
Tem alcaloide à vontade
Tem prostitutas bonitas
Para a gente namorar

E quando eu estiver mais triste
Mas triste de não ter jeito
Quando de noite me der
Vontade de me matar
— Lá sou amigo do rei —
Terei a mulher que eu quero
Na cama que escolherei
Vou-me embora pra Pasárgada.


Manuel Bandeira

CAMINHO A TEU LADO MUDO


Caminho a teu lado mudo
Sentes-me, vês-me alheado ...
Perguntas: Sim... Não ... Não sei...
Tenho saudades de tudo...
Até, porque está passado,
Do próprio mal que passei.
Sim, hoje é um dia feliz.
Será, não será, por certo
Num princípio não sei que
Há um sentido que me diz
Que isto — o céu longe e nós perto
É só a sombra do que é ...
E lembro-me em meia-amargura
Do passado, do distante, E tudo me é solidão ...
Que fui nessa morte escura?
Quem sou neste morto instante?
Não perguntes ... Tudo é vão.

Fernando Pessoa

POSSO ESCREVER OS VERSOS MAIS TRISTES




Posso escrever os versos mais tristes esta noite.
Escrever, por exemplo: "A noite está estrelada,
e tiritam, azuis, os astros lá ao longe".
O vento da noite gira no céu e canta.

Posso escrever os versos mais tristes esta noite.
Eu amei-a e por vezes ela também me amou.
Em noites como esta tive-a em meus braços.
Beijei-a tantas vezes sob o céu infinito.

Ela amou-me, por vezes eu também a amava.
Como não ter amado os seus grandes olhos fixos.
Posso escrever os versos mais tristes esta noite.
Pensar que não a tenho. Sentir que já a perdi.

Ouvir a noite imensa, mais imensa sem ela.
E o verso cai na alma como no pasto o orvalho.
Importa lá que o meu amor não pudesse guardá-la.
A noite está estrelada e ela não está comigo.

Isso é tudo. Ao longe alguém canta. Ao longe.
A minha alma não se contenta com havê-la perdido.
Como para chegá-la a mim o meu olhar procura-a.
O meu coração procura-a, ela não está comigo.

A mesma noite que faz branquejar as mesmas árvores.
Nós dois, os de então, já não somos os mesmos.
Já não a amo, é verdade, mas tanto que a amei.
Esta voz buscava o vento para tocar-lhe o ouvido.

De outro. Será de outro. Como antes dos meus beijos.
A voz, o corpo claro. Os seus olhos infinitos.
Já não a amo, é verdade, mas talvez a ame ainda.
É tão curto o amor, tão longo o esquecimento.

Porque em noites como esta tive-a em meus braços,
a minha alma não se contenta por havê-la perdido.
Embora seja a última dor que ela me causa,
e estes sejam os últimos versos que lhe escrevo.

Pablo Neruda

CLARA, DOCE INSPIRAÇÃO DE DEUS


CLARA!!!
Ainda não a conheço,
Mas já sinto  um amor imenso por você.
Linda menina. Lindo poema de magia de ardor.
Para iluminar você veio como luz, CLARA.
Na dor você é alívio,  doçura e amor.
Dádiva linda da minha poesia.
Longe você está,
Mas não tão longe que meu amor não consiga alcançar.
E nos versos do poema
Já tenho você aqui  dentro do meu coração,
Feito estrela em noite de  luar 
Você vem  contagiar minha emoção,
Brotando infinitamente como doce inspiração.
Nas rimas você é a alegria.
Verso inédito da mais suave canção.
CLARA,  como o brilho do sol  de verão,
Você reluz vida, aroma de rara fragrância,
A perfumar  o universo com sua magna presença .
Você  pequena  semente, nascida em forma de  singela flor
A germinar cores e alegria ao seu redor
Com sua beleza  vem tudo  embelezar , encantar.
Música  singular  que vem no  canto do sabiá.
Sua pele tem cheiro de pétala...
Formosa flor , fruto precioso, semente de amor.


Socorro Carvalho 

CLARA é filha do Cleisson com a minha sobrinha e afilhada Kellen  
que residem em Manaus - AM.
Clara nasceu no dia 19 de novembro linda e saudável, graças a Deus.
A vida se renova. Enxugamos as lágrimas e colocamos 
sorrisos diante de tão suave inspiração, a Clara, nossa mais novaa criança!!
Minha mais nova isnpiração.
Parabéns Kellen  & Cleisson pela filha linda que trouxeram para alegrar nossas vidas e corações.


Deus os abençoe sempre cheios de amor e compromisso!!


Tudo de bom !!


Amo vocês!!


Socorro  Carvalho



* As fotos " roubei" do face da Kellen e da minha comadre Sirlene.


DELICADEZA

 As coisas tolas que o amor
parece me dizer
falam na delicadeza,
o elixir do prazer na paixão
são os seus olhos
olhando nos meus
as suas mãos
envolvendo minhas mãos
esse é o jogo do amor
e da sedução
que deixa na boca o sabor
que o beijo não provou
brilha na pele o suor que o corpo
não tocou por saber
que essa vontade contida no ar
faz aumentar a ilusão do querer
é o faz-de-conta do amor rondando você
Te quero assim
como a luz da manhã
chegando mansinha
pra não te acordar
e quando se vê é um sol
que não se apagará
se o jogo do amor
é estar por um triz
você me deixou envolvido demais
se a dor levou,
o amor me traz e eu estou feliz...
Cercados por esta magia
que se chama desejo
nossa própria armadilha
teu cheiro no ar,
incenso de amor
perfume da mais rara flor
que enfeitiça o lugar...
Jorge Vercillo

Postagens em destaque

Maria Maria

Maria, Da lua Herdastes brilho e serenidade. Do sol Juntastes calor e esperança. Doce Maria! De encanto, de amor. Suave como a b...