O AVESSO DO VERSO


A noite vai passando,  junto dela se vão  quimeras,  na vã  tentativa de compor versos... O olhar infinito, perdido,  estático, remete-me  para dentro do meu próprio eu,  enquanto incógnitas preenchem meu universo. Perguntas sem respostas,  flutuam no vento que toca minha face. E o pensamento se perde no devaneio dessa estranha nostalgia.  No silêncio mais profundo, permaneço. Meu silencio é o contraste perfeito da  loucura,   das  minhas  horas insanas de desejo.   O universo indiferente, ausente já não traz em si a inspiração. Imagens atordoam minhas lembranças. Num  breve  instante,  sinto a inspiração repousar,  aqui, dentro do meu  peito.  As horas e a inspiração se vão, enquanto o avesso do verso  insiste em permanecer .  A noite se prolonga, o sono não vem,   as palavras silenciam e brincam de esconde, esconde... sob  as entrelinhas dos versos.


Socorro Carvalho

Comentários

  1. Boa tarde,
    Gostei de ler que o silencio é o contraste do perfeito o que significa que é imperfeito, no contraste do imperfeito estamos sempre no inicio para colher os frutos da felicidade.
    Abraço
    ag


    ResponderExcluir

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens mais visitadas deste blog

Frases picantes que homens gostam de ouvir na hora do sexo

UMA CARTA PARA MEU FILHO AMADO..

ENFIM... MEUS 18 ANOS DE IDADE!!!