sábado, fevereiro 08, 2014

PALAVRAS MINHAS....



 A noite termina um tanto  fria e  sem luar. O vento não vem. Só o escuro da noite vem guardar segredos, encontros escondidos. Em cada pensamento, uma lembrança embrulhada no vazio da sua ausência. Esse amor que sufoca, arranca-me o último suspiro. Enquanto o meu coração pulsa forte na sofreguidão dessa saudade imensa. A poesia passa devagar, como se no verso quisesse se estagnar nos presságios da solidão. O silêncio infindo vem como tocha a queimar meus sentidos. Em cada canto vejo você, feito miragem,  na paisagem da sala, no quadro do meu quarto, no porta retrato da estante, na tela da tv. E se ligo o rádio, uma canção toca você. E as lembranças vão se juntando como preconização desse sentir inexplicável. A noite vai passando, deixando marcas de saudade. O tempo mestre e senhor de toda existência  aos poucos vai dando seu recado, como sentença fria nessa noite vazia. Suspiro seu cheiro,  que na imaginação vem me atormentar como gotas de amor envolvidas nessa saudade nesta noite fria. Um gole de bebida quente para aquecer os instintos, acordando meus desejos mais loucos... Saudade do seu colo, saudade do seu beijo quente de amor... Saudade de você, amor! Vontade do seu amor, do seu sorriso. Saudades desses lábios macios tocando minha pele e causando arrepios...



Socorro Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...