domingo, abril 20, 2014

SAUDADES DE VOCÊ...


A tarde se vai e anoite chega com seus mistérios e segredos. Cá no peito, escondido, vestígios de saudade acariciam meu peito, como um vento frio percorrendo mente e coração. Na amplidão escura, nada consigo ver, apenas seu cheiro consigo sentir. As horas vão passando, sem pressa, Enquanto calo-me neste silêncio sem dimensão. O aroma no ar tem sua fragrância a perfumar-me de doce poesia. Suas palavras e sussurros ecoam suaves em meus ouvidos, como música perfeita da minha harmonia e emoção. Na frequência do sentir, sua lembrança é minha estação. Meus pensamentos navegam no rio caudaloso da ilusão,  me transportando inteira em sua direção. O coração acelera sem explicação. Invento versos, rimas e canções, porém, nada consegue conter essa louca solidão. Deito-me. Aperto o travesseiro contra o peito e você vêm sorrindo em minha imaginação. Relembro momentos. Em pensamentos sinto  o gosto bom do seu beijo, vontade do seu abraço... Ah, que coisa louca essa vontade de lhe ver. Saudades de você...




Socorro Carvalho

Um comentário:

  1. Boa tarde querida Socorro!

    Passando para te desejar uma Feliz Páscoa, tudo de bom nesse restinho de dia, que você contemplou com essa linda poesia que me trouxe mas saudades de alguém que já se foi, essa é mas uma das Páscoa, que passo nem ele.

    Um abraço na alma!!!

    Maria Machado

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

AH, ESSE AMOR!! AH, ESSE APEGO...

Ela tinha nos olhos um vislumbrar de esperança e no coração sentimentos inesquecíveis. Nas horas tristes escrevia novos versos. Li...