sexta-feira, outubro 24, 2014

ETERNA POESIA DE AMOR...



Na paisagem...
Seu olhar mirou as flores.
A vida era  seu jardim.
Seu sorriso a água cristalina
A regar  com ardor as pétalas da esperança.
Homem, com a alma linda de um menino...
No canto se encantava,
Era um ser encantado para os amigos.
Um ser quase anjo!
Com a fisionomia de menino.
Um grande  homem.
O sorriso sempre bonito.
Era a certeza de um coração feliz!
Enquanto no tempo escrevia rapidamente
O texto que se chama vida.
Era você, doce, gentil, educado.
Ladeado de companheiros,  velhas e grandes amizades.
Até no leito,  era você a mais iluminada criação.
Mesmo  em meio a dor, era seu riso, a inspiração.
O acalento das palavras,
A alegria nos olhos
Contraste do encontro da esperança com a emoção...
Era sua voz alegre tocando nas leves manhãs
A inebriar os corredores de sua casa,  como leve canção .
Era você Jander, poema  escrito por Deus
Nas páginas da alma de Izamor e Joseane.
Amor sacramentado.
E você era o refrão  e o sabor...
Somado nos vinte anos a você dedicados.
Hoje seu olhar está distante.
Mas sua presença  se fez imagem  na miragem de cada pensamento,
Como uma lembrança especial e inesquecível.
Seu sorriso, que  outrora contagiava agora  é  luz em  cada paisagem...
Sua bondade é consolação na lacuna física de sua presença.
Hoje, no céu, você  é verso,  estrofe e melodia,
Com o  acorde mais doce de uma marcante  canção.
Nem parece que sua partida é real.
Mas você se foi, de verdade,  e  nos deixou.
 Agora é mais que gente, se tornou anjo,
Estrela de quinta grandeza
Sempre a cintilar nas noites, trazendo  prosa e rima
 Para compor essa memorável e eterna  poesia de amor. 



                                                            Socorro  Carvalho



Professora Joseane,
 

Sei que nada neste mundo vai apagar a dor e lacuna que  está em seu coração.No entanto, fico feliz de ver sua fortaleza e forma fervorosa de falar de Deus. De falar da missão cumprida por seu filho, em tão pouco tempo nesta terra. Como se isso fosse seu alicerce para suportar essa breve despedida

Foi ótimo ter sua visita. Poder olhar em seus olhos e dizer dos meus sentimentos.Partilhar meu abraço aguardado e das lágrimas que insistem em cair de meus olhos.

Não posso trazer seu precioso Jander de volta, mas posso fazer dele meu verso bonito, de vez em quando, como acalento para acalmar o seu, o meu, os nossos corações.

Não sou poeta, mas rascunho versos. Falo de sentimentos com as mãos. Deus me permite que minha voz embargada venha na escrita, traduzida como versos soltos. E sempre que possível trarei ele aqui, além do coração, dentro dos meus versos e inspirações. 


Receba meu abraço e do Pedro, primeiramente. Depois receba abraços de toda turma do Prêmio Itaú/Unicef, que de forma particular cada um e cada uma me veio contar algo da sua forma de falar do seu filho amado, ainda no encontro passado. 

Enfim, preciso calar as palavras. Fique com Deus e que Ele seja sempre a força Maior de seu coração. Um grande e carinhoso abraço da sua velha e  sempre  companheira de lida .  

Socorro Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...