domingo, dezembro 14, 2014

TUDO É POESIA... OUTRA VEZ

No vácuo,  tantas  dúvidas, num emaranhado de  interrogações,  não respondidas. De repente,  o tempo traz respostas. O sol volta a brilhar enchendo de vida cada espaço. O sentimento, quase adormecido, acorda e floresce belas sementes de amor. Nasce  flor, surge o ramo, a sombra, poesia.


Na poética de tantos versos, seu nome é inspiração  na quimera do  poema,  na inquietude da noite. A poesia se recompõe. Seus olhos são miragens na minha  amplidão. Seu cheiro perfuma o ar. Os sentido são  impregnados com sua   fragrância  predileta. Tudo tem cheiro de poesia. Na rima bonita versos são  canções no ritmo da vida. 


Há nessa poesia um sabor de recomeço. Já não há tempo a perder. A loucura dos versos são labaredas de emoção a acender o fogo dessa busca saliente. Há desejo no olhar, malícia em cada palavra escondida sob as entrelinhas de cada verso novo. Em seus olhos reluzentes tem canção, melodia sabor  de um final feliz.  


Reconstruo versos com o silêncio dos seus murmúrios e os suspiros suprimidos do seu gozo. Há em seus lábios  um grito e um apelo querendo explodir. Há em sua face um riso de contentamento na junção de nosso olhar. No silêncio, nos recompomos. Reconstruímos nossas   loucuras e transpomos nas linhas mais insanas de nosso antigo  poema de amor.


Em nós já não há mais dúvidas, nem tampouco interrogações.  Há uma única resposta, o amor em vastidão,  na mais perfeita sincronia entre eu e você. O dia termina, nossos  olhos se encontram, tudo se aquece. Ufa,  que “frisson”!!  Tudo é poesia... outra vez .


Socorro Carvalho

Um comentário:

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...