quarta-feira, novembro 18, 2015

MINHAS QUIMERAS ETC...


Hoje, sou liberdade! O vento levou meus medos. A amplidão da vida já não me assusta. A fobia de altura? Passou. Preciso alçar  grandes voos nessa liberdade que me cerca. Agora entendo, mais que nunca, tenho certeza que a felicidade está aqui dentro do meu próprio ser. E em cada novo instante que vivo me sinto descobrindo essa plenitude. Enquanto  minha fé continua inabalável  sigo feliz sob a  Luz de Deus. O agradecimento faz parte do processo da vida e a gratidão é o caminho para a retidão da vida, no sentido mais precioso da palavra. Agora entendo que amizade verdadeira não se encontra no olhar, no sorriso, mas no coração. E os inimigos esses estão tão mais próximos do que se imaginava, agora sei. Mas sei também, que sentimentos sinceros ainda existem, mesmo apesar das traições e injúrias da vida. Sem poesia vejo que há cobras disfarçadas de flores e que ao invés de perfumar destilam o mais puro veneno. Enfim, tenho aprendido tantas coisas com as pancadas da vida, que nada mais me surpreende. No entanto, apesar de tudo, ainda creio no amor e na amizade. É que meus sentimentos  sempre foram nutridos de amor e ranço petrificado não tem espaço em meu coração. Tenho um defeito, só sei sentir amor. Aprendi que a poesia me liberta e nela encontro as rimas perfeitas para os versos de  tantos (des) contrastes da vida. O que antes era paixão, hoje já não encanta mais meus ouvidos, desconectei, quebrei a sintonia. E tudo se perdeu no ar, exceto algumas poucas amizades edificadas. Prezo os sentimentos com simplicidade não preciso de títulos para me nutrir de ignorância. Tenho um grande defeito, só consigo ser eu mesmo com meus erros e acertos. Tenho entendido tantas coisas nessa vida... Agora sei muito mais, que a distância não separa, pois o coração e o amor sempre encontrarão um jeito de beneficiar essa aproximação. Tenho aprendido tantas coisas boas. Porém, essa mania de ser do bem mora aqui dentro de mim, ainda bem, pois  é nela que encontro forças para um novo recomeço e minhas quimeras...Ah, estou tão feliz assim... Imersa em minhas mais profundas descobertas. Creio que em cada vez que uma fresta se fecha, Deus abre portões. Apesar de sonhadora, apaixonada, romântica, não me perco nas pompas das quimeras, sou pé no chão e minha fé em Deus é interminável. Ah, desligar o interruptor da minha luz é impossível . Esqueci de lhe dizer que tenho luz natural... Boa noite!!!


Socorro Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

AH, ESSE AMOR!! AH, ESSE APEGO...

Ela tinha nos olhos um vislumbrar de esperança e no coração sentimentos inesquecíveis. Nas horas tristes escrevia novos versos. Li...