segunda-feira, novembro 16, 2015

UM CARINHO PARA MADRINHA...

Querida madrinha!!!
Como foi maravilhoso te encontrar neste mundo, nesta vida, mas chega um momento que nossos caminhos tomam rumos diferentes, mas o que seria da vida sem os riscos, sem os desafios?
É como disse Sêneca:
Rir é correr o risco de parecer tolo.
Chorar é correr o risco de ser sentimental.
Estender a mão é correr o risco de se envolver.
Expor seus sentimentos é correr o risco de mostrar seu verdadeiro eu.
Defender seus sonhos e ideias diante da multidão é correr o riso de perder pessoas.
Amar é correr o risco de não ser correspondido.
Viver é correr o risco de morrer.
Confiar é correr o risco de se decepcionar.
Tentar é correr o risco de fracassar.
Mas os riscos devem ser corridos, porque o maior perigo é não arriscar nada. Há pessoas que não correm nenhum risco, não fazem nada, não tem nada, não são nada. Elas podem até evitar sofrimentos e desilusões, mas elas não conseguem nada, não mudam, não crescem, não vivem. Acorrentados por suas atitudes elas vivem escravas, privam-se de sua liberdade. Somente a pessoa que corre riscos é livre!
Então, caríssima madrinha, arrisque-se e seja muito feliz.
Sentiremos saudades, mas ficaremos felizes em saber que estás se arriscando.
Muito sucesso!!!
Beijinhos

Marlison e Katiana

Santarém, 10 de novembro de 2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...