sábado, outubro 10, 2015

DESVAIRO DE SAUDADE

Em cada música
Um canto de saudade,
Uma lembrança do teu encanto...
O brilho do teu olhar
Era a claridão dos  dias,
Aquecia de vida  doces manhãs.
O sabor salgado do teu suor
Temperava cada entardecer.
O aroma de tua fragrância
Perfumava o ar da existência.
E tudo era singular
Com tua inesquecível presença.
Tu eras a sentença 
Em minha mais plena liberdade...
O tempo se vai,
Na paisagem sem cor
Finda-se mais um dia...


Socorro Carvalho

SILÊNCIO...

Entre quimeras
Agasalho esse querer...
Há lacuna, delírio
No vazio, sem preencher.

As palavras  calam
Sussurros suprimidos.
Devaneios escondidos paginam o viver.
O olhar indefinido
Conduz conduz pensamentos irriquietos.
O peito sente o pulsar da solidão
Sutil emoção
Louca emoção...
O tempo é frio
O quarto é inverno, em pleno verão.

Os passos são indiferentes.
A distância caleja,
Uma saudade gritante,
No silêncio morno  da poesia...


Socorro Carvalho

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...