segunda-feira, junho 13, 2016

SEU PEDRO...


Neste dia 10 de junho, se vivo estivesse, você faria 81 anos de vida, pois hoje é a data de seu aniversário, pai. Mas ao invés de festejar apenas rezei por você e também agradeci a dádiva de, um dia, ter tido você em minha vida e o mais interessante,  como meu pai. O melhor pai do mundo, sempre cheio de amor, carinho e bondade.

Há 22 anos você se foi, mas hoje não estou triste pois bem sei que agora, no céu, você brilha para me iluminar e feito estrela deixa mais bonitas minhas noites, com seu sorriso lindo a cintilar. Por isso, hoje celebro essa saudade boa de tudo de bom que me ensinou, quando aqui passou. 


Obrigada pai, por todo amor e carinho que me dedicou e por todos os ensinamentos que fez somar em minha vida.


Se vivo estivesse lhe daria um presente, como sempre fazia, mas como não posso lhe presentear nem abraçar deixo aqui de presente, seu amanhecer preferido, na orla de Santarém o sol sobre o seu amado Tapajós. 


Um brinde pai, ao seu inesquecível olhar sempre cheio de alegria e esperança. Valeu, paizão!! Saudades eternas!!!



Foto: Nilson Vieira
Socorro Carvalho

Um comentário:

  1. Bela homenagem, que me umedeceu os olhos...
    Lembre-se que ele está em lugar melhor que o nosso!!!

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

AH, ESSE AMOR!! AH, ESSE APEGO...

Ela tinha nos olhos um vislumbrar de esperança e no coração sentimentos inesquecíveis. Nas horas tristes escrevia novos versos. Li...