sexta-feira, maio 12, 2006

MEU FILHO


MEU FILHO

Hoje comercialmente é considerado o Dia das Mães.
Levados pela Mídia também acostumamos com essa data, então, celebramos o 2º Domingo de Maio, como este dia especial o Dia das Mães!

Mas hoje filho, para comemorar este dia, eu quero te homenagear ao mesmo tempo agradecer pela tua existência.

Porque você filho, é que me dá o sentido verdadeiro de SER MÃE, de verdade.
Agradeço a Deus por Ter semeado você em meu ventre.

Você que alegra meus dias, alicerça meu existir e enfeita meus pensamentos.

A tua existência, fortifica meu viver, porque você filho é a maior Dádiva que recebi de Deus.

Você, fruto precioso do sentimento mais lindo e profundo que meu coração até hoje pulsou.

É você filho, que dá otimismo, com teus beijos, em minhas manhãs para que eu possa iniciar
minha luta feliz.

É você filho, que dá aconchego ao meu cansaço no final do dia e me faz descansar na harmonia do teu sorriso.

É você filho, que enxuga minhas lágrimas com teu abraço, quando às vezes, o meu coração se decepciona e chora machucado.

É você filho, que um dia veio como LUZ e VIDA dentro de mim.

É você filho, semente de amor que germinou no jardim do meu coração e floresceu Paz ao meu espírito.

É você filho, o maior presente que o amor me revelou de forma concreta e viva.

É você filho, a essência de ternura que aromatiza com suavidade todos os dias da minha vida.

Parabéns a você filho, por me fazer a MÃE mais FELIZ e ORGULHOSA do Mundo.

TE AMO PEDRO!!

Poesia dedicada ao meu filho Pedro, porque ele é o BEM MAIS PRECIOSO que tenho na vida. Também quero dedicar a minha mãe Raimunda Carvalho e a todas as minhas amigas que são mães, assim como eu.
Socorro Carvalho

DESEJOS


















Quando o sol tocar tua pele, úmida de desejo,
Serei o raio mais ardente,
Para aquecer-te com meu prazer.


Na ânsia mais louca,
Te farei meu grito de êxtase.
Gritarei teu nome entre frases soltas e loucas.
Para ssim te encontrar,
Em meus pensamentos mais extravagantes.


Quando então te farei poesia
E entre um verso e outro,
Farei de ti meu mais intenso desvario.


Na madrugada fria, serei molhada
Pelo teu orgasmo felino e quente.
Para na manhã seguinte,
Fazer-te minha grande saudade.
Saudade de algo que a realidade
Não me premitiu viver.
Algo irreal, que apenas trago constante,
No íntimo de meu mais extasiante delírio.
De por um momento,
Tê-lo comigo.

Socorro Carvalho

DISTÂNCIA





Contida por uma ansiedade triste,
Pensei em você!
Lembrei de nossos momentos de amor,
Trocados na penumbra das noites frias.
O pôr do sol, que se vai
Traz à tona a saudade que me faz lembrar você,
Traz a beleza da vida, comparada ao nosso amor.


Tantas coisas pequeninas,
Que fizeram de nós dois, seres inseparáveis.
Um simples olhar de teus olhos,
Tornou-se o fascínio da minha paixão.
Hoje o silêncio de tuas palavras,
Atormenta, traz solidão.


A distância nos separa,
Mas a saudade não me deixa te esquecer.
Estais distante... eu sei.
Mas em meu coração,
Tua presença é constante.


Os dias passam lentamente,
A cada manhã, espero vê-lo novamente.
E num olhar roubado,
Tento acalmar minha solidão.
Porque essa distância maldita que nos afasta,
Está destruindo meu coração.

Socorro Carvalho

Postagens em destaque

Maria Maria

Maria, Da lua Herdastes brilho e serenidade. Do sol Juntastes calor e esperança. Doce Maria! De encanto, de amor. Suave como a b...