quarta-feira, dezembro 15, 2010

CABOCLO

Do rio arranca o sustento
Pesca de caniço
Tira o peixe do anzol
Pega pescada, pacu, aracu, tambaqui.
Caboclo faceiro.
Tem cheiro de moqueca de aracú.
Sabor de piracaia e farofa de piracuí...
Faz do pirão a isca preferida
Toma xibé de farinha
Come pirão com peixe salgado
Gosta de mapará assado.
Caboclo!
Ribeirinho do Tapajós.
Bronzeado de sol
Charmoso e sedutor
Encanta e fascina
Com o modo de falar
Sotaque do Pará.
Caboclo !
Moreno!
Lindo!
Pescador...
Olhar sereno
Sorriso conquistador.
Caboclo! Caboclo!
Moço belo...
Moreno!!
Meu amor.



Socorro Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

AH, ESSE AMOR!! AH, ESSE APEGO...

Ela tinha nos olhos um vislumbrar de esperança e no coração sentimentos inesquecíveis. Nas horas tristes escrevia novos versos. Li...