sexta-feira, julho 16, 2010

UM FINAL DE SEMANA DE MUITO AMOR

Uma boa  imagem fala mais que mil palavras...
Diz tanto que, muitas vezes,  traduz-se numa eterna poesia.
E nos remete ao mais profundo do nosso ser.
Basta ter a sensibilidade suficiente para traduzí-la e  escrevê-la.
Um ótimo final de semana...com muito amor e POESIA.



* Na foto:  professora Solânge, minha colega, da escola São Francisco.
Achei simples e linda essa foto, por isso, emprestei para partilhar com cada um e cada uma de vocês
.

NUCA PENSE DUAS VEZES

EU DEFENDO - LEI PROÍBE CASTIGOS FÍSICOS EM CRIANÇAS


Em comemoração aos 20 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou uarta-feira (14) mensagem que encaminha ao Congresso Nacional um projeto de lei para proibir a prática de castigos físicos em crianças e adolescentes.

O projeto acrescenta ao ECA, entre outros, o Artigo 17-A que concede as crianças e adolescentes o direito de serem cuidados e educados pelos pais ou responsáveis sem o uso de castigo corporal ou de tratamento cruel ou degradante.

 
O texto define como tratamento cruel ou degradante qualquer tipo de conduta que humilhe, ameace gravemente ou ridicularize a criança ou adolescente. As penalidades previstas são advertência, encaminhamento a programas de proteção à família, além de orientação psicológica.

Os pais também podem estar sujeitos a obrigação de encaminhar a criança ou adolescente a tratamento especializado.

No discurso, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu a conversa no lugar dos castigos físicos. "Todo mundo sabe que o tempo da palmatória não educava mais do que o tempo da conversa´, disse.

Ele avaliou ainda que a lei deve causar polêmica. Alguns setores da sociedade poderão afirmar, segundo ele, que o Estado está querendo interferir na educação dos filhos. "Vão dizer, estão querendo impedir que a mãe pegue uma chinelinha e dê um tapinha na criança, ninguém quer proibir a mãe de ser mãe, queremos apenas dizer: é possível fazer as coisas de forma diferenciada", afirmou.

O presidente aproveitou a ocasião para falar sobre os seus tempos de infância. "Eu não lembro da minha mãe ter batido num filho. O máximo que ela fazia às vezes era a gente, cinco homens deitados numa cama, ela vinha com o chinelo, a gente esticava o cobertor, e ela ficava batendo, e a gente fingindo que estava batendo, doendo, gritando, e ela ia embora, quem sabe cansada, e a gente tirava o cobertor e começava a rir". Sobre o pai, prosseguiu, nunca apanhou dele, apesar de considerá-lo um homem bruto.

O presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda), Fábio Feitosa, comemorou o envio do projeto ao Congresso e observou que ainda há desafios a serem enfrentados. ´Por exemplo, medidas de proteção para crianças envolvidas no tráfico de drogas e armas e erradicação do trabalho infantil´, disse durante a cerimônia de encaminhamento do projeto de lei.

A iniciativa brasileira de proibir a prática de castigos físicos em crianças e adolescentes segue uma tendência mundial, com apoio do Comitê da Convenção sobre Direitos da Criança das Nações Unidas, para que os países passem a ter legislação própria referente ao tema.

A Suécia foi o primeiro país a adotar, em 1979, uma lei contra o uso de castigos corporais em crianças e adolescentes, seguida pela Áustria, Dinamarca, Noruega e Alemanha. Atualmente 25 países já têm legislação para coibir essa prática. Na América do Sul, apenas o Uruguai e a Venezuela adotaram lei semelhante.

A Lei 8.069, que criou o Estatuto da Criança e do Adolescente, foi sancionada no dia 13 de julho de 1990.

Artigo 17-A

Definição

O texto do novo projeto de lei, assinado pelo presidente Lula, define como tratamento cruel ou degradante qualquer tipo de conduta que humilhe, ameace gravemente ou ridicularize a criança ou adolescente.

 
PENALIDADES
As penalidades previstas são advertência, encaminhamento a programas de proteção à família, além de orientação psicológica. No caso de agressões mais graves, os pais ou responsáveis podem responder processo criminal na Justiça.

 
CRIANÇAS
Os pais também podem estar sujeitos a obrigação de encaminhar a criança ou adolescente a tratamento especializacastigos físicos.



"Só deseja ser eterno quem aprendeu a amar a vida, realçar sua auto-estima
e não gravitar em torno de seus sofrimentos.
Esta é uma faceta da inteligência espiritual."



Augusto Cury


Foto: Rô Almada - Primavera em Portugal

UMA BOA MÚSICA...NA SAUDADE DE VOCÊ!!!



Hoje, comecei o dia pensando em você...
Imagino  que deveria ser saudade...sei lá...rsrs
Um negócio estranho, arranhando o peito e etc.(uma falta)
Então, revirei minha caixa de você...rsrs
E nela vários cds, músicas, carinhos e etc..
Escolhi uma das suas seleções e fiquei a ouvir.
Entre elas encontrei essa que me enviou e que gosto muito...
Em cada música, um pouco de você e, de repente vejo-o expressando-me todo seu querer...
Ah, amor...
"Às vezes não entendo o frio
Que o silêncio traz
Me leva a sonhos tão vazios
Já nem sei mais




De manhã, buscando a minha paz
Meu desejo vai te procurar


Eu tenho a luz das estrelas
Na palma da mão
Mas tudo o que eu mais quero
É o seu coração
Eu posso andar no arco-íris
Dar prata ao luar
Mas no céu azul
No azul do mar
Quero poder te tocar






Me pego olhando tão distante
Quanto tempo faz
Será que vai ser como antes
Já nem sei mais






Amanhã, quem sabe eu possa te achar
Tanta coisa eu tenho pra falar

DIOCESE REALIZA 6º ENCONTRO DAS CEBS


A Diocese de Santarém realiza o 6º Encontro das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) . O evento começou  hoje e prossegue até domingo, dia 18 de julho, em Santarém. O encontro reúne  aproximadamente 500 pessoas representantes dos municípios de Aveiro, Almeirim, Monte Alegre, Prainha, Belterra, Mojui dos Campos e Santarém, municípios que formam a Diocese. A programação será desenvolvida a partir do tema: “CEB, uma comunidade missionária na Amazônia”. Tem, entre outros objetivos, fortalecer e criar CEBs como fonte e irradiação missionária.

O evento tem como um dos assessores, o bispo diocesano, Dom Esmeraldo e faz parte do plano de pastoral da Diocese que está em consonância com a grande missão que a Diocese irá realizar em2011.

Durante os três dias, os participantes vão aprofundar a reflexão do tema a partir do método VER, JULGAR e AGIR. A programação do encontro foi elaborada a partir da realidade cultural da Amazônia e será desenvolvida em cinco lugares: o local principal é o ginásio do colégio Santa Clara, denominado de “Trapiche Dom Lino”. Outros quatro foram denominados de barcos e vão funcionar nos seguintes locais: Barco “Rio Tapajós” (no salão paroquial Santíssimo Sacramento); Barco “Rio Arapiuns” (salão paroquial Sant’Ana); Barco “Rio Curuatinga” (no salão da paróquia Sagrada Família-Aeroporto Velho) e Barco “Rio Paru” (salão comunitário São João Batista, bairro Jardim Santarém). Cada barco será ornamentado de acordo com uma das várias características da Amazônia.

Os delegados representantes dos municípios vizinhos serão hospedados em casas de famílias aqui em Santarém.

Ainda na programação, dia 17/07, às 18h30 acontece uma caminhada silenciosa e luminosa, denominada “Caminhada pela vida”, com saída do ginásio do colégio Santa Clara, percorrendo a Orla até à praça São Sebastião. Na chegada apresentação cultural: carimbó, poesia, músicas e a participação de Cristina Caetano.

O 6º Encontro Diocesano das CEBs encerra às 12h do dia 18.


Fonte: Pastoral da Comunicação da Diocese de Santarém
Coordenação: Ercio Santos
Foto: da net

Postagens em destaque

Em entrevista, o Poeta e Compositor santareno Renisson Luis Vasconcelos fala de sua arte e do amor que tem por Nossa Senhora da Conceição

Estamos na semana que antecede o Círio 2017 de Nossa Senhora da Conceição, Padroeira de Santarém.  Uma semana intensa de preparativos ...