RÁDIO DE SANTARÉM É FERRAMENTA EDUCATIVA NA REGIÃO OESTE DO PARÁ

Colocar uma rádio no ar é dar voz e vez a milhares de pessoas. Assim, em Santarém (PA), o projeto Rádio pela Educação, leva, por meio das ondas, informações e aprendizado para alunos e professores de escolas da rede municipal da região oeste do Pará.

Desde 1999, quando foi criado, o Projeto desenvolve e incentiva ações de educação e comunicação, com o objetivo de melhorar o processo de ensino e aprendizagem, despertando a consciência crítica das crianças e adolescentes na busca da valorização de seus direitos. Também incentiva a leitura e a escrita, além de garantir o conhecimento na produção de programas radiofônicos. A iniciativa foi vencedora do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social 2009, na categoria Protagonismo juvenil e direitos da criança e adolescente Região Norte e tem como principal instrumento, o programa de rádio Para Ouvir e Aprender que é ouvido em salas de aula por professores e alunos da 1ª a 4ª séries e moradores das zonas urbanas e rurais.
"Produzir o Programa Para Ouvir e Aprender é vivenciar histórias e realidades de uma diversidade de crianças e educadores dentro do coração da Amazônia. E são histórias preciosas que me fazem sonhar acordada. O carinho que vem em cada carta é inspiração que me dá ânimo e alicerça minha produção. Em cada novo dia ensino, aprendo e reaprendo numa troca constante de conhecimentos", declara Maria do Socorro Carvalho Lima, produtora do Para Ouvir e Aprender e coordenadora de produção do projeto Rádio Pela Educação.

Com uma linguagem simples e direta, o Programa é gravado na Rádio Rural de Santarém, com participação de alunos na transmissão. Dentro da sala, os professores sintonizam na frequência e desenvolvem as atividades com as crianças. Os temas são escolhidos por meio de um guia pedagógico produzido por educadores voluntários, equipe técnica e acadêmicos da atual Universidade Federal do Oeste do Pará - UFOPA. Já está em andamento a produção de um novo guia, que será utilizado este ano. Com o sucesso do programa, a demanda de cartas aumenta a cada dia e, muitas vezes, não é possível ler todas que chegam à redação.

Com o Prêmio que recebeu da Fundação BB, R$ 50 mil, foram realizadas ações de melhorias no projeto como: recadastramento e cadastramento de escolas no Projeto; capacitação de educadores; capacitação e ampliação de rede de repórteres; instalações de rádios escolares (sistema de som); compra de gravadores; produção de programas; otimização do espaço do ponto de leitura; IV Encontro do Projeto Rádio pela Educação, realizado em dezembro 2010 e a elaboração do guia pedagógico Vol. 09.

A tecnologia social faz parte das obras sociais da Diocese de Santarém, e, hoje, tem como principal parceria a Secretaria Municipal de Educação de Santarém, além do Projeto Ponto de Leitura.

Por  Dalva de Oliverira - Fundação Banco do Brasil
 Foto: César Sousa


Comentários

  1. Parabéns, são iniciativas como essas que tornam esse país melhor, educação é a única forma de melhorar as vida das pessoas.
    Cultura é essencial, afinal a gente não quer só comida, a gente quer comida, diversão e arte.

    Seu blog está cada vez melhor e me emocionou com esse texto!

    Venho do nordeste, tenho duas faculdades e um pós graduação, mas minha mãe de 55 anos se alfabetizou depois dos 50 anos e hoje faz a quarta série do ensino fundamental, isso é um grande orgulho para mim.

    Abraços e te espero no sabor da letra.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns, Socohelp
    Fico Feli por você... A águia aprendeu a voar e estar chegando longe... Sucesso amiga, torço por você a cada dia!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens mais visitadas deste blog

Frases picantes que homens gostam de ouvir na hora do sexo

UMA CARTA PARA MEU FILHO AMADO..

ENFIM... MEUS 18 ANOS DE IDADE!!!