quarta-feira, fevereiro 16, 2011

ATRAIO-ME...

Atraio-me por amigos que se permitem ser gente na sua mais pura leveza, pessoas na sua mais corajosa fragilidade, humanos na sua mais límpida bravura, seres na sua mais evidente errância, camaradas na sua mais incessante colaboração, colegas na sua mais inspiradora disposição para promover o outro.

Curto os amigos que não se olham mutuamente pelas lentes da competitividade, do desejo de ser sempre melhor, do ciúme pelo bem estar e da cobiça pela conquista do outro. Deleito-me com o espírito compartilhador do companheirismo, com a não retenção daquilo que se sabe e com a sensatez com que se presenteia sabedoria.

Alegro-me com a solidariedade desprovida de interesses, com a camaradagem que gera na gente aquela vontade de ser melhor, com o dar sem querer de volta com juros e correções monetárias e relacionais, com o receber cheio de sincera gratidão e de expectativa por celebrar mais oportunidades de ajuda mútua.


Luís Wesley


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

AH, ESSE AMOR!! AH, ESSE APEGO...

Ela tinha nos olhos um vislumbrar de esperança e no coração sentimentos inesquecíveis. Nas horas tristes escrevia novos versos. Li...