quarta-feira, fevereiro 23, 2011

REBENTO

Na infinda solidão
Navega quente o sangue nas veias.
Divagando silenciosa
Fazendo-se certeza
Em cada batida do coração.
As horas estagnadas
Guilhotinam esperanças.
No relógio do tempo
Segundos me levam a eternidade.
No vácuo da procura
Nasce o rebento da nostalgia
Tudo é saudade.


Socorro Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

DANIELLE LIMA!! PARA VOCÊ, UMA CARTA DO MEU CORAÇÃO... FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

Querida filha, Danielle Katrine Hoje, pensei em te fazer um poema!! Rimar versos para te falar do meu amor... Mas como poetizar,...