sexta-feira, fevereiro 04, 2011

A SIMPLICIDADE DE UM REI


A saudade
Vem pra reviver o tempo que passou
Ah! Essa lembrança foi o que ficou
Momentos que não esqueci
Eu cheio de fantasias na luz do rei menino
Lá no seu Cachoeiro
E lá vou eu… Era do rádio a onda me levar
Na Jovem Guarda o rock a embalar… Vivi essa paixão
Calhambeque belos dias
No festival a primazia
Amigos de fé guardei no coração


Quando o amor invade a alma… É magia
É inspiração pra nossa canção… Poesia
O beijo na flor é só pra dizer
Como é grande o meu amor por você


Nas curvas dessa estrada a vida em canções
Chora viola! Nas veredas dos Sertões
Lindo é ver a natureza
Por sua beleza clamei em meus versos
No mar navegam emoções
Sonhar faz bem aos corações
Na fé com o meu Rei seguindo
Outra vez estou aqui vivendo esse momento lindo
De todas as Marias vem as bênçãos lá do céu
Do samba faço oração, Poema, emoção!



Meu Beija-Flor chegou a hora
De botar pra fora a felicidade
A alegria de falar do Rei
E mostrar pro mundo essa simplicidade



Autores: Samir Trindade, Serginho Aguiar, JR Beija Flor, Sidney de Pilares, Jorginho Moreira, Théo M. Neto

Neste ano de 2011 a Escola de Samba Beija-Flor homenageia  os 50 anos de carreira de Roberto Carlos.
Gosto muito desse samba enredo. Penso que seria muito legal se  as pessoas
valorizassem mais esse estilo de música, pois em cada uma delas  tem sempre  dentro das letras uma mensagem, uma história bem legal que vale muito ser conhecida e apreciada. Com certeza seria bem mais agradável ouvir a preciosidade das músicas de samba enredo do que o tal de tecno brega que infernizam nossos ouvidos dentro dos ônibus.. ufaa!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...