terça-feira, junho 07, 2011

INDIVISO


São dois a viver sob a mesma capa.
Enquanto um se perde,
o outro esboça um mapa.

São tristes os dois, mas a tristeza
de um é o minério do outro,
mistério e beleza.

A noite paira em ambos, mas o outro tem
halos de lua cheia, a clarear as trevas
em que o um vem.

São dois a viver sob o mesmo teto.
Enquanto um chora, o outro beija
o frio concreto.

De nada sabe um, o outro muito menos.
Um espera a morte, o outro,
sonhos obscenos.

E, arrancados da amada presença,
um se evapora enquanto o outro
se adensa.

São dois a viver como quem convive,
são dois a dividir a mesma cama.
Enquanto um sonha que ama,
o outro finge que vive.

(Jardim do Teu Silêncio - Jason Carneiro)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

DANIELLE LIMA!! PARA VOCÊ, UMA CARTA DO MEU CORAÇÃO... FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

Querida filha, Danielle Katrine Hoje, pensei em te fazer um poema!! Rimar versos para te falar do meu amor... Mas como poetizar,...