MINHA POESIA...




Minha poesia tem a cor dos seus olhos, o aroma da sua fragrância, a suavidade da sua pele, a nitidez da sua voz  e a alegria do seu sorriso.
Em cada verso,  grito e oculto seu nome,  no silencio de cada palavra que escrevo, em minha noite fria. Sua presença é aconchego, fornece calor,  aquece minha poesia.
Suas mãos tocam meu corpo num frenesi de carícias,  faz insana minhas rimas. Sua boca murmura sentimentos, sussurros loucos, que atiçam meu querer.
 Calada, rascunho seu rosto, delineio seus traços com meus dedos. Descanso em seu olhar,  fito seus olhos, passeio no mais profundo íntimo do seu querer,mesmo sem nada dizer. Arranco palavras, promessas, calo sua ânsia com meus beijos. Sua alegria é  ritmo no meu poema.
Sua presença é  graça e encanto em   minha doce abstração. Viajo para dentro de mim e em cada canto,  encontro pedaços de você, contidos em cada fresta do mais profundo íntimo do meu ser. Dentro do meu eu lírico, você é rito, mistura de renúncia e querer.
Em  minha vida cristã, você é pecado e devoção. Penitência e “oração” do meu coração. Às vezes anjo, outras vezes  demônio que habita  minha ilusão, descansa meu corpo e desorienta minha razão. Realidade, sonho? O que você é não tem definição. Talvez a incógnita e o segredo da minha alucinação.
Em cada nova manhã,  seu olhar me enche de inspiração.
Seus olhos são  lagos serenos que fertilizam minha imaginação. 
Ao anoitecer,  você é luar que vem cintilar meus devaneios, acordar meus desejos. Quando  a madrugada chega,   você é meu sono,  insônia,  extravagante pesadelo,  sonho bom, minha mistura louca de  infindas sensações. Na primavera, você é perfume, aroma de paz,  que acalma a ansiedade escondida em  meu segredo. No verão, você é o sol que brilha e aquece todo meu corpo.
No outono, você é o fruto doce e azedo, sabor exótico  que tempera meus lábios. No inverno, você é frio e calor, paisagem tépida  da minha solidão.
 Na minha canção preferida,  você é a cifra, o tom,  a musicalidade, a harmonia, a dança da minha inspiração.Em minhas noites,você é o sereno  frio,o vento leve que tem cheiro,  perfume de saudade, aroma e vida dos meus versos inteiros .
Quando chove você é temporal, trovão, tempestade, chuva suave que  molha meu chão. Após a chuva, você é semente que nasce verdejante, enchendo de esperança e vida meus dias. Amor, sentimento ímpar escondido no dédalo do meu coração. Seu jeito de homem,  fantasiado de menino se mistura e confunde minha intuição feminina. Quantas interrogações se perdem dentro da guerra  travada entre a razão e a emoção? Não tem respostas.  Tudo é mistério dentro de mim e de você. Estranhos, íntimos seguimos na  incerteza desse querer. Apenas uma certeza habita meu ser...
Você é magia. A mais deliciosa fantasia cravada na essência  da minha poesia.

Socorro Carvalho







Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Frases picantes que homens gostam de ouvir na hora do sexo

UMA CARTA PARA MEU FILHO AMADO..

ENFIM... MEUS 18 ANOS DE IDADE!!!