segunda-feira, abril 16, 2012

A METADE DA FOLHA


Assim nossos pés flutuaram sobre a areia da praia,
E o sabor do teu beijo foi nevado pra longe pelo vento,
Para trás das montanhas selvagens, que guardarão nosso segredos íntimos,
Esses, que nos acariciam a alma;

O dia hoje esteve deslumbrante,
Ele me relembra os carinhos em teus braços,
Ainda  quase posso sentir tua respiração ao meu lado,
O rítimo do batimento do teu coração que me acalma lentamente
E aos poucos me faz perder o contato com a realidade…



Mas as manhãs de segunda-feira sempre chegam,
E independentemente das canções que tocam eu devo continuar  na  minha estrada,
Que com ou sem você eu devo seguir…
Mas o teu cheiro bom me fará falta sempre;
Somente a metdade da folha poderá provar que um dia estivemos juntos.



                                                           Rosi
                                                           Praga, 13.04.2012
                                                           Tradução do originál: La moitié de la feuille
Foto: Antonio Maia




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

DANIELLE LIMA!! PARA VOCÊ, UMA CARTA DO MEU CORAÇÃO... FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

Querida filha, Danielle Katrine Hoje, pensei em te fazer um poema!! Rimar versos para te falar do meu amor... Mas como poetizar,...