domingo, novembro 04, 2012

VONTADE LASCIVA

No olhar sedento
Meus olhos  insaciáveis despem teus pudores.
Teu corpo é templo do meu gozo.
Quimeras  lascivas rimam o desejo,
Ânsia quente de sentir teu falo.
A falar de vontade e paixão.
Numa completa ereção  e ardor.
O cheiro de cio exala o espaço,
Sinto nos poros o expulsar do desejo.
Minhas mãos pecadoras
Rastreiam sedutoras  cada milímetro do teu corpo.
Minha boca sussurra ínfimas fantasias...
Explora teus mistérios,
Abocanha tua intrépida emoção.
Ouço teu grito, teu rugido...
Macho  pronto para cruzar.
E numa fúria animal me agarra, me namora
Numa fervura de pecado e tesão.
Frenesi libertino de infinita paixão.
Como uma fera  indomável.
Você  me doma, me agarra,  me acasala.
Faz-me descansar em  tua ereta  vontade de amar.
Entre frêmitos de loucuras e desejos...
Somos um só, num encaixe perfeito..
Entre delírios, sussurros e beijos
Nosso grito se faz ecoar
Em pleno  êxtase...
Gozo perfeito.
Socorro Carvalho


2 comentários:

  1. Anônimo8:25 AM

    Nossa, que poema excitante!!! Adoro teus versos!!
    Ah, gostei muito da nova cara do blog. O António achou bem produzido, bem elaborado(rio, sol, canoas, pescadores... e com tua foto ficou melhor ainda).
    Um abraço de alguém distante, mas perto em pensamento
    Rô...

    ResponderExcluir
  2. Querida Amiga

    Obrigada pela amizade, carinho e as palavras doces que me transmites sempre, em cada frase. Ainda bem que tenho a poesia como companheira. Ela me permite ir além das grades, e me liberta sem que ninguém possa condenar-me... minha poesia é livre.
    Beijos de saudades

    Help

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...