quinta-feira, janeiro 17, 2013

ENQUANTO VIVO


Por amor eu vou errar
O quanto for preciso
Nada pode me parar
Barrar o que eu sinto
Se amar, vou me arriscar
Eu vou amar eu me proponho
A me arriscar, enquanto vivo

Eu me apaixono mesmo
Um carinho já me deixa
Desse jeito assim perdido
Eu me impolgo num alerta
Corto o mundo com meu grito
E assim eu vou amando
Enquanto vivo?

Foi seu olhar que fez
Meu coração ficar assim
Louco dependente
Um cara a ponto de explodir
Cheio de desejo
Minha vida no seu beijo
Eu tô assim

Feito bobo cego alucinado
E sem juizo, alguém à flutuar
Pensando estar no paraíso
E assim eu vou seguindo
Me arriscando, e vou te amando
Enquanto vivo?
Enquanto vivo?
Enquanto vivo?

Eu me apaixono mesmo
Um carinho já me deixa
Desse jeito assim perdido
Eu me impolgo num alerta
Corto o mundo com meu grito
E assim eu vou amando
Enquanto vivo?

Foi seu olhar que fez
Meu coração ficar assim
Louco dependente
Um cara a ponto de explodir
Cheio de desejo
Minha vida no seu beijo
Eu tô assim

Feito bobo cego alucinado
E sem juizo, alguém à flutuar
Pensando estar no paraíso
E assim eu vou seguindo
Me arriscando, e vou te amando
Enquanto vivo?

Foi seu olhar que fez
Meu coração ficar assim
Louco dependente
Um cara a ponto de explodir
Cheio de desejo
Minha vida no seu beijo
Eu tô assim

Feito bobo cego alucinado
E sem juizo, alguém à flutuar
Pensando estar no paraíso
E assim eu vou seguindo
Me arriscando, e vou te amando
Enquanto vivo?
Enquanto vivo?
Enquanto vivo?
Daniel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

DANIELLE LIMA!! PARA VOCÊ, UMA CARTA DO MEU CORAÇÃO... FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

Querida filha, Danielle Katrine Hoje, pensei em te fazer um poema!! Rimar versos para te falar do meu amor... Mas como poetizar,...