quarta-feira, janeiro 23, 2013

UMA LINDA HISTÓRIA DE AMOR...


Utilizo o Facebook desde 2009 e até hoje já adicionei mais de 3500 pessoas
que me convidaram para ser seu amigo.

Todos que me pediram adicionei, sem nem ver quem era. Alguns eram conhecidos, outros não. Vivi com todos grandes momentos de debates, de curtições, de compartilhamentos e até de discussões mais acaloradas. Alguns foram até excluídos, por serem inconvenientes.

Mas em agosto de 2010, exatamente no dia 04, adicionei uma pessoinha que de repente invadiu meus espaços e com a qual comecei a trilhar um caminho sem volta para o futuro...

Dois dias depois comentei um texto que ela compartilhou de uma poesia musicada por Fágner (Canteiros, sobre poesia de Cecilia Meirelles), e desse comentário iniciou-se uma troca de informações e de curtições... Uma amizade virtual que foi nos envolvendo, até o dia em que nos encontramos num ambiente que atuamos em conjunto, eu como funcionário do Judiciário, ela como estudante de Direito. Um júri histórico, que demorou três dias, mas que para nós foi o começo de algo maior que uma simples amizade...

Começamos a namorar naquele mês de junho de 2011 e hoje estamos 7 meses juntos, vivendo um grande amor. Esta semana resolvi oficializar o pedido de noivado em sua casa coma sua mãe Cleres Cristina e sua bisavó Ana Santana. Afamilia Ninos, lá no Cipoal já está comunicado. Agora não tem volta.

Como foi aqui que nos encontramos, é aqui que quero tornar público meu pedido para minha amada Ana Charlene dos Santos Negreiros (Ana Charlene Negreiros SalveJuá), a menina de tantos "Enes" no nome:

Quer acrescentar mais dois "Enes" ainda este ano, em seu nome?


Jota Ninos



Um comentário:

  1. Agradecemos pelo carinho, querida Socorro! Forte abraço!

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...