quinta-feira, maio 09, 2013

Celacanto


Você fez o meu planeta estremecer
Sinto renascer a natureza inteira
Dentro de mim
Eu julguei o amor espécie em extinção
Até surgir você no meu coração


Eu adormeci às margens de um vulcão
Sem saber que a vida
me revelaria tanta emoção
Poderoso e sereno igual ao mar
Esse sentimento vai me levar


Quando eu te vi
Eu me encontrei
Eu me perdi
Foi tão doce de sentir
O que provei!
Quando te vi
Em ti me achei
É você o meu amor,
Agora eu sei


Precioso e tão raro de se achar,
Esse amor é um acalanto,
Celacanto solitário no mar
Animal que vem do fundo do oceano
E só de vez em quando
Se deixa avistar



Jorge Vercillo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...