sábado, junho 22, 2013

Espera Esfera



ESPERA-ESFERA


Esperar... La  virtud  no se  altera.
Esperando se  pierde  mas se alcanza.
Si  toda  la vida  es un círculo de espera,
no quedemos aquende  una esperanza.

Aquí está  lo cabal: más se avanza
cuanto más se  esperar. ¡Ah, quién tuviera!
Y en  esa  rítmica y  terrible  danza
componemos, recomponemos nuestra esfera.

No cantemos perdidas esperanzas,
esos desgastes quedan en  las andanzas
de  las  estrellas ― excéntricas y  fieras.

Alma sedienta, ¿ en  qué  te desalteras?
Trabajando en  el amor de  tantas eras,
cultiva el bien y espera  las esperanzas.

*Francisco Miguel de Moura

 Versões:

**Divaneide Carvalho


Leia tradução




ESPERA-ESFERA


Esperar... A virtude não se altera.
Esperando se perde, mas se alcança.
Se a vida toda é um círculo de espera,
não fiquemos aquém de uma esperança.

Eis a forma cabal: tanto se avança
quanto mais se esperar. Ah, quem nos dera!
E nessa rítmica e terrível dança
compomos, recompomos nossa esfera.

Não cantemos perdidas esperanças,
esses desgastes ficam nas andanças
das estrelas – excêntricas e feras.

Alma sedenta, em que te desalteras?
Mourejando no amor de tantas eras,
cultiva o bem e espera as esperanças.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...