segunda-feira, julho 29, 2013

O AMOR...




“… é que o amor é essencialmente perecível, e na hora em que nasce começa a morrer.Só os começos são bons. Há então um delírio, um entusiasmo, um bocadinho do céu. Mas depois… Seria, pois, necessário estar sempre a começar, para poder sempre sentir?”



Eça de Queiroz


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

UM POEMA PARA ÁMON

Há dez meses... Você chegou!!! Trouxe no riso o estro. No calor O mais lindo poema de amor. Tão pequeno, tão meigo. Porém, forte e...