quinta-feira, agosto 15, 2013

MINHA LINDA VOZINHA!! EU TE AMO.... MUITO!!

Dona Maria Augusta!!

Minha vozinha linda!!
Tenho muito de você dentro do meu sangue!!rsrs
Teimosia, pavio curto, resposta na ponta da língua.
Porém, herdo de você, o amor pelos filhos, o jeito carinhoso de cuidar e agradar, a fortaleza e a coragem diante dos desafios da vida.
O jeito engraçado de ver as dificuldades e sempre ser otimista de que dias melhores virão.
herdei até seu jeitão  orgulhosa de ser, sempre acreditando EU ME GARANTO!!rsrs
Fazer o que né vó? Somos assim. Legitimas guerreiras do Tapajós!!
O trabalho não nos mete medo e os desafios sempre cremos que precisam ser vencidos, só isso.
Ah, também, sou parecida com você por apreciar um bom café e curtir o rádio, de preferência a Rural.
Só tenho a agradecer a Deus por você existir.
Peço que Deus nos conceda a alegria de estarmos todos juntos da senhora no próximo ano, em seus 90 anos de vida!!
Ontem, senti muita saudade e uma louca vontade de largar tudo e ir correndo lhe abraçar, mas infelizmente outros compromissos me consumiram o tempo e fiquei só na vontade.
No entanto, fiquei o tempo todo sentindo o sabor da galinha capirinha cozida com o macarrão, Puxa!!
Lembrei de nossas conversas e da sua sabedoria em reconhecer cada barco que passa, apenas pelo barulho do motor... Ah, vó, não podes imaginar o quanto lhe gosto e admiro. Por ser essa mulher forte e guerreira, sempre de forma renovada em cada          novo dia.
Deus cuide de você com todo carinho, com aquele mesmo com o qual tantas vezes me abraçou e me levou para passear naquela  Consciência, sua canoa, enorme e bela que no pedaço não tinha outra igual. E tudo era tão bom. Minhas férias em sua casa. Lembro até de quando chorei por ter acabado o leite, a manteiga e por eu não gostar de tomar café com tapioca... quanto tempo ja´se passou, mas jamais esqueci.
A chegada em sua casa é demais. A paisagem parece sempre igual, mesmo apesar de tantas mudanças...
Enfim, ao falar de você vó querida viajo na escrita e quanto mais escrevo maios tenho pra contar.
Só que o tempo passa rápido e logo mais tenho de viajar. E como sempre, nem arrumei a mala...
Se estivesse perto ia  logo dizer, puxou o pai... sem pressa. rsrs
Agora tenho de ir vó!
Umbeijo em seu coração e continue a rezar por mim... Um dia te faço u ma surpresa e vou ai sentar na sua mesa pra gente conversar e sorrir...
TE AMO, vó, querida!!
Com carinho da sua neta mais chata,
mas que você ama do mesmo jeito que ama o neto mais legal....rsrs


Eu 
                                                                  Socorro Carvalho

5 comentários:

  1. Que texto emocionante!!!
    Que carinho e que orgulho esse seu!
    Parabens pela homenagem, pois pra mim falar de quem amamos nessa intensidade é isso.
    Adorei!
    bjs e excelente final de semana
    Ritinha

    ResponderExcluir
  2. SOCORRO,

    nada mais singelo você poderia escrever,com esta afirmação maiúscula de amor por esta sus avozinha.

    E se não se importasse, gostaria de adotá-la também,para mim e esta divisão seria apenas simbólica, pois as minhas já são todas falecidas.

    Gosto imensamente destas verdadeiras demostrações de afeto, ,amor e carinho, prova inequívoca de que o ser humano é bom!

    Um abração carioca

    ResponderExcluir
  3. Olá Socorro,

    Lindo texto e bela declaraçao de amor essa tua homangem a tua vozinha!

    Parabens amiga, pela autenticidade!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Olá Socorro
    Uma linda declaração de amor por sua avozinha amada
    Muito lindo ler todo este amor de uma neta por sua vó. Um excelente final de semana
    Um cordial abraço
    Bruno

    ResponderExcluir
  5. Anônimo5:42 PM

    Não achei esse texto legal. Nada haver.
    Essa é a minha opinião.

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Maria Maria

Maria, Da lua Herdastes brilho e serenidade. Do sol Juntastes calor e esperança. Doce Maria! De encanto, de amor. Suave como a b...