sábado, outubro 05, 2013

QUIMERA NO FIM DE TARDE...

No cair da tarde...
Pensamentos se perdem na imensidão.
As ruas “ desertas”,
Numa sexta feira agitada.
O silêncio,
Em meio aos ruídos...
Já não tenho o eco dos teus passos.
O tempo está deserto...
Entre murmúrios de vozes,
Calo-me nessa saudade arredia.
A tarde se finda.
Guardo a poesia.
Emudeço os versos...
Abro os olhos,
E sinto-te chegando.
Tudo está deserto...
Quimera no fim da tarde



Socorro Carvalho

2 comentários:

  1. Maravilhoso

    Desejo um bom fim de semana
    **************************
    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Olá querida Socorro, que doce quimera, adorei seu poema... Quimera no fim da tarde.

    Um bom final de semana!

    Maria Machado

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

UM POEMA PARA ÁMON

Há dez meses... Você chegou!!! Trouxe no riso o estro. No calor O mais lindo poema de amor. Tão pequeno, tão meigo. Porém, forte e...