LITERATURA AFRICANA - PROGRAMA PLURAL Nº 15


 

 RAPARIGA

Cresce comigo o boi com que me vão trocar
Amarraram-me às costas, a tábua Eylekessa
Filha de Tembo organizo o milho
Trago nas pernas as pulseira pesadas
Dos dias que passaram...
Sou do clã do boi — Dos meus ancestrais ficou-me a paciência
O sono profundo do deserto, a falta de limite...
Da mistura do boi e da árvore a efervescência o desejo
a intranqüilidade a proximidade do mar Filha de Huco
Com a sua primeira esposa
Uma vaca sagrada, concedeu-me o favor das suas tetas úberes

Paula Tavares

Comentários

  1. Querida Socorro boa tarde!!!!

    Passei para te desejar um Feliz Natal, recheado de muitas felicidades, saúde, paz, luz, prosperidades, sonhos realizados, e amor de montão viu!

    Que O Bom Deus faça florescer no canteiro de sua vida só coisas boas.

    Boas Festas, e Feliz Natal! Pra você e sua Mãe, e toda sua família.

    Bjs no coração!!!

    Maria Machado

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens mais visitadas deste blog

Frases picantes que homens gostam de ouvir na hora do sexo

UMA CARTA PARA MEU FILHO AMADO..

ENFIM... MEUS 18 ANOS DE IDADE!!!