segunda-feira, julho 22, 2013

NÃO ENTENDO

"Não entendo. Isso é tão vasto que ultrapassa qualquer entender. 
Entender é sempre limitado. 
Mas não entender pode não ter fronteiras. 
Sinto que sou muito mais completa quando não entendo. 
Não entender, do modo como falo é um dom. 
O bom é ser inteligente e não entender.
 É uma benção estranha, como ter loucura sem ser doida. 
É um desinteresse manso, é uma doçura de burrice. 
Só que de vez em quando vem a inquietação: quero entender um pouco. Não demais: mas pelo menos entender que não entendo!"



 Clarice Lispector.

O AMOR FAZ A VIDA MAS GOSTOSA


O amor faz a vida mais gostosa.
Paixão é o tempero da rotina.
Saudade é um abraço da distância.
É a falta de carinho, um desejo que alucina.

O amor faz a gente ser criança.
Paixão nos transforma em grande amante.
Tudo fica lindo de repente.
Pois quem ama é diferente.
E eu te amo a todo instante.



Paula Fernandes


PARABÉNS ICAMIABA!!!

SUELEM!!!" ICAMIABA DO TAPAJÓS"!!!

Não poderia deixar de te trazer, neste dia especial, a  lenda da Icamiabas, como um brinde ao teu jeito guerreira. Mulher, mãe, namorada etc. Porém, nativa de sangue amazônida. Icamiaba que mergulhou nas “ águas” virtuais da esperança para encontrar seu amado, amuleto da sorte, por detrás dos teclados... Europeu lá de longe, do outro lado do oceano! A distância não importa, a tecnologia aproxima e junta  os corações...É isso ai Icamiaba!! Índia guerreira! Desejo-te uma infinidade de muiraquitãs, cheios de  muita  saúde, sorte e amor.

Parabéns!!




E como homenagem deixo pra você: 

A LENDA DAS ICAMIABAS


Em torno de 400 a 600 anos atrás, existiu na região Amazônica, próximo às cabeceiras do rio Jamundá, um reino formado somente de mulheres guerreiras, conhecidas como Icamiabas. Elas viviam completamente isoladas, só mantendo contatos esporádicos com homens. Em certas épocas do ano estas mulheres belas e guerreiras celebravam suas vitórias sobre o sexo oposto. Neste dia, uma grande festividade era organizada e elas desciam do monte onde viviam até o lago sagrado denominado "Yaci Uarua" (Espelho da Lua).


Durante a noite, quando a Lua deitava sobre o espelho da água, as Amazonas mergulhavam nela com seus corpos fortes e morenos. Após este ritual de purificação e limpeza, estas deusas da Lua clamavam pela Mãe do Muiraquitã - Grande Mãe das Pedras Verdes. Era ela que entregava a cada uma daquelas mulheres uma pedra da cor verde (jade), denominada de "Muiraquitã", onde encontravam-se esculpidos estranhos símbolos. Receberiam-nos ainda moles, porém, logo que saíam da água eles endureciam. Segundo os índios Uaboí, os amuletos eram vivos e para apanhá-los, as índias feriam-se e deixavam cair uma gota de sangue sobre o tipo que queriam. Isso feito, o animal morria e elas se atiravam na água para buscá-los. 

Cada nativa trazia em seu pescoço seu talismã propiciatório de proteção material e espiritual. Mas elas também os presenteavam àqueles que seriam os futuros pais de seus filhos. Estes homens eram selecionados para fecundá-las e depois eram mantidas vivas as meninas, que davam a continuidade da casta matriarcal das mulheres guerreiras.


 

Essa imagem simboliza suas  horas de encontro com o ser amado, lá do outro lado...!!
Momento lindo!! Que contagia tudo ao redor com essa expressão de felicidade!!
Você, com essa cara de boba, eterna apaixonada!!
Jorrando saudade pelos poros!!
E com seu amor e sua paixão, nos contagia com sua alegria e energia positiva.

Feliz Aniversário!!


Grande beijo

da


Socorro Carvalho




HOMILIA DO PAPA FRANCISCO NA MISSA DE INÍCIO DO MINISTÉRIO PETRINO


“Entretanto a vocação de guardião não diz respeito apenas a nós, cristãos, mas tem uma dimensão antecedente, que é simplesmente humana e diz respeito a todos: é a de guardar a criação inteira, a beleza da criação, como se diz no livro de Gênesis e nos mostrou São Francisco de Assis: é ter respeito por toda a criatura de Deus e pelo ambiente onde vivemos. É guardar as pessoas, cuidar carinhosamente de todas elas e cada uma, especialmente das crianças, dos idosos, daqueles que são mais frágeis e que muitas vezes estão na periferia do nosso coração. É cuidar uns dos outros na família: os esposos guardam-se reciprocamente, depois, como pais, cuidam dos filhos, e, com o passar do tempo, os próprios filhos tornam-se guardiões dos pais. É viver com sinceridade as amizades, que são um mútuo guardar-se na intimidade, no respeito e no bem. Fundamentalmente tudo está confiado à guarda do homem, e é uma responsabilidade que nos diz respeito a todos. Sede guardiões dos dons de Deus!


E quando o homem falha nesta responsabilidade, quando não cuidamos da criação e dos irmãos, então encontra lugar a destruição e o coração fica ressequido. Infelizmente, em cada época da história, existem «Herodes» que tramam desígnios de morte, destroem e deturpam o rosto do homem e da mulher.


Queria pedir, por favor, a quantos ocupam cargos de responsabilidade em âmbito econômico, político ou social, a todos os homens e mulheres de boa vontade: sejamos «guardiões» da criação, do desígnio de Deus inscrito na natureza, guardiões do outro, do ambiente; não deixemos que sinais de destruição e morte acompanhem o caminho deste nosso mundo! Mas, para «guardar», devemos também cuidar de nós mesmos. Lembremo-nos de que o ódio, a inveja, o orgulho sujam a vida; então guardar quer dizer vigiar sobre os nossos sentimentos, o nosso coração, porque é dele que saem as boas intenções e as más: aquelas que edificam e as que destroem. Não devemos ter medo de bondade, ou mesmo de ternura. A propósito, deixai-me acrescentar mais uma observação: cuidar, guardar requer bondade, requer ser praticado com ternura. Nos Evangelhos, São José aparece como um homem forte, corajoso, trabalhador, mas, no seu íntimo, sobressai uma grande ternura, que não é a virtude dos fracos, antes pelo contrário denota fortaleza de ânimo e capacidade de solicitude, de compaixão, de verdadeira abertura ao outro, de amor. Não devemos ter medo da bondade, da ternura”!

Papa Francisco
Praça do Vaticano
19 de março de 2013

REVISTAS BRASILEIRAS ANALISAM VISITA DA PAPA

As revistas de maior circulação nacional que tratam de assuntos e de notícias de atualidade no Brasil consideram Papa Francisco uma figura pública especial e positiva, mas acentuam os problemas que ele deve enfrentar na visita que começa nesta segunda-feira, 22 de julho, como parte da JMJ 2013, no Rio de Janeiro.


A revista VEJA traz uma capa light em tom azulado com uma manchete de encher os olhos: “O Papa dos pobres”. A manchete faz uma advertência sobre esse período que se vive no País: “O significado de ter Francisco entre nós em um momento explosivo para a Igreja Católica e para o Brasil”. A matéria, no entanto, é mais amena. Escrito por Adriana Dias Lopes e Helena Borges, de Roma, o texto toma duas perspectivas: as mudanças que o comportamento do Papa está sugerindo para a Cúria Romana, considerando até que os membros da organização maior da Santa Sé terão uma semana “de folga” com a viagem ao Brasil e a situação já amplamente debatida da queda do número de católicos no Brasil aplicando essa situação particularmente aos jovens.


A matéria dá voz aos jovens católicos e traz a opinião de 42 deles. Gustavo Nunes, um jovem de 17 anos que mora em Goiânia (GO), um dos escolhidos pela revista diz que “a Jornada é uma oportunidade única para jovens católicos mostrarem ao mundo a força que ainda têm”. O desejo do Papa de ir ao encontro dos pobres, destacado por veja, tem uma ilustração: “O Papa também quis conhecer de perto uma comunidade pobre: assim, vai rezar missa na pequena capela da recém-pacificada favela da Varginha, no complexo de Manguinhos, Zona Norte do Rio”.


PARA VOCÊ, MINHA PRINCESA!


Parabéns amor, felicidades pelo seu aniversário, que os seus sonhos e desejos possam tornar-se realidade, principalmente se eu fizer parte deles.
Sabe, eu gostaria de ter o dom de expressar em palavras tudo o que eu sinto por você, mas infelizmente, não sou um poeta, mas as vezes acho que nem mesmo se eu fosse um poeta conseguiria explicar para você esse meu sentimento.
Pois como explicar com palavras algo que se sente tão profundo, como explicar o que é esse coração acelerado, quando você chega, ou esse desespero quando você sai.
Essa alegria sem fim quando você me abraça, ou esse calor imenso quando você me beija, você consegue desestruturar o meu ser de uma forma inexplicável, e eu chego à conclusão apenas de uma coisa: eu te gosto com todas as forças do meu ser, de maneira egoísta, pois eu te quero só pra mim; de maneira suave, porque me sinto flutuar, quando estou ao seu lado, mas principalmente, de maneira plena, pois você me completa.


Parabéns! Amo te amorzinho.


Ronnie Dantas



* Ilda é também seguidora do Blog Minhas Inspirações.
 Por isso, desejo a ela saúde e muitos anos de vida.

FEIRA VOCACIONAL DA JMJ RIO2013 TERÁ EXERCÍCIOS DE LEITURA ORANTE DA BÍBLIAjOVENS

Um dos grupos de jovens santarenos que vão participar da JMJ - RJ
Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética da CNBB estará presente na Feira Vocacional da Jornada Mundial da Juventude com o projeto Lectionatuas – “Exercícios de leitura orante da Bíblia”. De 23 a 26 de julho, o estande do projeto, instalado na Quinta da Boa Vista, oferecerá uma programação aos jovens peregrinos que desejarem conhecer o método da Lectio Divina, leitura orante e vivencial da Bíblia.

Também na Tenda das Oficinas será possível participar de exercícios de leitura orante, das 13h às 13h45, que serão conduzidas por um bispo convidado. Além dos exercícios de leitura orante, haverá apresentações musicais diariamente, na parte da tarde.

Confira a programação

Dia 23/07, em espanhol: Monsenhor Mariano Parra, bispo da Cidade Guyana (Venezuela)
Dia 24/07, em português: Dom José Antonio Peruzzo, bispo de Palmas/Francisco Beltrão (Brasil)
Dia 25/07, em português: Dom Jacinto Bergmann, bispo de Pelotas (Brasil)
Dia 26/07, em inglês: Cardeal Sean O’Malley, arcebispo de Boston (EUA)

Conheça
Implantado em 20 países das Américas, o projeto Lectionautas é uma iniciativa do Celam – Cebipal (Conferência Episcopal Latino Americana – Centro Bíblico Pastoral para América Latina) e das Sociedades Bíblicas Unidas (SBU). No Brasil, é coordenado pela CNBB em parceria com a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB). O método da Lectio Divina tem o objetivo de promover a comunhão com Deus a partir de quatro passos: leitura, meditação, oração e contemplação-ação.

Conheça o site: www.lectionautas.com.br


Fonte: CNBB

EU SEI QUE VOU TE AMAR



Eu sei que vou te amar
Por toda a minha vida eu vou te amar
 Em cada despedida eu vou te amar
 Desesperadamente, eu sei que vou te amar
E cada verso meu será
Pra te dizer que eu sei que vou te amar
Por toda minha vida
Eu sei que vou chorar
 A cada ausência tua eu vou chorar
Mas cada volta tua há de apagar
O que esta ausência tua me causou
 Eu sei que vou sofrer a eterna desventura de viver
A espera de viver ao lado teu
Por toda a minha vida


Vinícius de Moraes

Postagens em destaque

VERSOS, PARA MEU NETO...

Um dia você chegou... Trouxe consigo o melhor verso. A brisa que acaricia, O vento que embala. Seu sorriso trouxe o alvorecer.   ...