segunda-feira, março 17, 2014

LUA DOS AMORES...

A tarde se  finda e a noite vem se agasalhando  sobre o Tapajós...
Na orla  da cidade, o cenário vai se compondo e junto dele  vão surgindo  personagens.
O rio bate suave sobre as encostas do cais, trazendo no ar, cheiro de vida e poesia.
Enquanto casais conversam, entre si, murmúrios diversos.
Cada um com sua história e universo...
O hippie, o skatista amador, o patinador, na liberdade do simples existir.
A criança com algodão doce, batata frita, pipoca e as crianças com as mães de mãos dadas...
Canto de encanto  perfeito para o encontro, o enamorar-se.
Mistura ímpar  num cenário singular de inúmeras cores e aromas.
A criança de colo no carrinho,
A criança que corre como se estivesse a brincar com a vida...
Enquanto isso, em cantos espalhados , moças e moços  solitários.
Degustam a  bela paisagem com uma bebida do lado...
O pescador que  tenta fisgar o peixe na maresia do  jet ski,  que passa  apressado.
No rio,  barcos parados, atracados ao relento,  dão o contraste fabuloso
À  rima  mais  perfeita do poeta.
E sobre esse cenário de encontro  faz-se  o espetáculo!
Lua e rio!!
 A lua surge despontando linda e apaixonante...
Seu brilho se espalha sobre o rio e a poesia fica mais bonita com todo  aquele cenário
cintilante e romântico.
E de repente, a lua  feito deusa da noite, rouba os olhares e fotografias dos enamorados...
O cenário torna-se mágico, desperta poemas, rebusca lembranças e ancora-se na saudade...
Saudade do amor distante, que  tem na ausência  a inspiração para ser poesia e canção... Enquanto, a lua, linda e soberana, deleita-se na noite como  testemunha de  amores (im)possíveis... inesquecíveis...




Socorro Carvalho
Foto: Blog Conexão ( Emanuel Júlio)
* Domingo, fim de tarde, na orla da minha linda cidade.
A inspiração flui, os pensamentos viajam na paisagem,
a poesia aflora  e  de repente,  vem a saudade de gente especial...

2 comentários:

  1. E agora que a Lua Cheia...ainda brilha nos meus céus...este poema testemunhou tudo isso!!! Bj

    ResponderExcluir
  2. Amores distantes a Lua sempre foi testemunha de lindos poemas ,
    também testemunha do poeta apaixonada .
    Um abraço com infinita saudades,Evanir.

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

AH, ESSE AMOR!! AH, ESSE APEGO...

Ela tinha nos olhos um vislumbrar de esperança e no coração sentimentos inesquecíveis. Nas horas tristes escrevia novos versos. Li...